Kanaan tem a matemática como aliada pelo título

3 de setembro de 2007

O “bom baiano”, como é conhecido pelos amigos, venceu na tarde deste domingo o GP de Detroit da Fórmula Indy mantendo suas chances de conquistar o título da categoria. Mais do que a sorte Kanaan (548 pontos) precisa aliar-se à matemática para colocar a mão na taça, o que vai depender não só de seu esforço, mas também de como vão cruzar a linha final na corrida do próximo fim de semana Dario Franchitti (587 pontos) e Scott Dixon (584 pontos).

A Indy tem, o que para mim é um defeito, um regulamento que premia com pontos a pole-position, voltga mais rápida, número de voltas na liderança, dentre outros, além de esticar a pontuação pra lá do décimo colocado.

A prova vencida pelo brasileiro terminou em bandeira amarela devido a um acidente na penúltima volta, que envolveu os dois candidatos ao título da Fórmula Indy, Dario Franchitti, da Andretti Green, e Scott Dixon, da Ganassi. Em segundo lugar terminou a norte-americana Danica Patrick também da Andretti Green e em terceiro o inglês Dan Wheldon, da Ganassi. Franchitti ficou com a sexta posição, reassumindo a liderança do Campeonato, e Dixon com a oitava.

Esta foi à quinta vitória de Kanaan na temporada de 2007, a 12ª na categoria e a 31ª da equipe Andretti Green.