Uma corrida de tirar o fôlego

24 de setembro de 2007

Recebo da assessoria de imprensa da CTM2000 (Zarhi El Malek e Jéssica Costa) matéria sobrfe a última etapa da categoria, que publico na íntegra.

Antes, gostaria de agradecer a atenção que tiveram a esse blog durante cobertura, em tempo real, do evento.

Show de velocidade em uma corrida onde as colocações estiveram em jogo o tempo inteiro

Uma corrida de tirar o fôlego. Esta é a melhor definicação para a quinta etapa da CTM2000, disputada neste domingo, no Autódromo do Eusébio. Do primeiro ao último minuto, tivemos disputas, pegas, toques e batidas espetaculares, que garantiram adrenalina o tempo inteiro. A quarta etapa, realizada neste sábado, foi marcada por um acidente envolvendo três carros logo na primeira volta, a prova seguiu com bandeira amarela e depois vermelha, o que gerou frustação nos pilotos que não puderam brigar por posições. Mas a quinta etapa, de 30 min de corrida, mostrou na pista que a CTM2000 tem disputa de sobra para quem acelera.

O piloto cearense Geraldo Rola saiu na pole e liderou a corrida até os 16 min de prova, e ele bem que tentou se manter na ponta, mas foi alcançado e ultrapassado pela raça de Julyano Silveira que largou em último, devido a uma penalização e já havia avisado, “vou entrar na pista para vencer”. Depois de uma disputa acirrada ente os dois, Julyano levou a melhor e garantiu a vitória.

“Tive problema na embreagem no meio da prova, e isso me impediu de disputar o primeiro lugar com Julyano de igual para igual” , afirmou Geraldo Rola, segundo lugar na quinta etapa da CTM2000, e segundo na classificação geral com 52 pontos. “Essa sim foi uma corrida! Fiz todo o percurso sem me envolver em nenhum acidente, com bastante cautela, o meu carro está firme e não posso deixar de agradecer aos mecânicos” , declara Julyano Silveira, campeão da quinta etapa da CTM2000, e terceiro colocado na classificação geral dom 46 pontos.

Faltando apenas três etapas para o fim do campeonato, a quinta etapa vai ficar guardada na memória de muita gente. A manhã de domingo com sol forte parece que iluminou os pilotos. Além da boa briga pela primeira posição, cada colocação na pista era disputada com vigor, desde o primeiro aos últimos lugares e isso rendeu rodadas e batidas emocionantes que geraram a desclassificação dos pilotos: Renato Gomes, Edmar Neto, Rudinei Sabino, Ênio Santos, Mano Rola, Ramiro Milfont e André Pontes. E para tornar o dia ainda mais surpreendente, um acidente na última volta trouxe mais polêmica para o agitado fim de semana da CTM2000. Na úlitma volta do circuito, Adriano Rabelo estava na terceira posição e ao entrar na curva que dava acesso a reta do circuito para receber a bandeirada final , foi “tocado”pelo carro de André Pontes, que também lutava pela terceira posição. Os dois rodaram na pita, no início da reta de chegada. O piloto pernambucano Walter Coelho, que vinha atrás dos dois não conseguiu desviar e acertou em cheio o carro de André. Nenhum deles conseguiu terminar a corrida. Melhor para o piloto Adriano Guimarães que vinha atrás e ganhou o terceiro lugar.

Agora é aguardar as emoções que a próxima etapa da CTM2000 vai proporcionar nos dias 10 e 11/10, no Autódromo Internacional Nelson Piquet, em Brasília.