Estréia na GT3

1 de novembro de 2007

O paulista Fabio Casagrande terá um novo parceiro na quarta rodada dupla do Brasil GT3 Championship, que será disputada no próximo dia 4 no Autódromo Internacional de Goiânia. Sérgio Lúcio, piloto goiano radicado em Brasília, se revezará com o americanense no comando do Dodge Viper Coupé número 13. Lucio atualmente disputa a Pick Up Racing, campeonato no qual é o sétimo colocado na classificação geral com 32 pontos. O goiano também contabiliza na temporada uma pole position e um segundo lugar em corrida. Para ele, uma experiência completamente nova. “Nunca andei com um carro dessa potência e de tamanha tecnologia. Estou muito ansioso pela minha estréia”, disse.

O piloto goiano ainda não conheceu pessoalmente seu novo parceiro, que está na Europa a negócios. “Foi tudo muito rápido. Eu estava interessado em disputar a GT 3 e o Claudio Ricci (piloto de um Ferrari F430 ao lado de Walter Derani), que é meu amigo, me falou sobre essa possibilidade. Logo acertamos minha participação por telefone”, contou Lúcio, de 40 anos e que acumula em seu currículo o título da Copa Corsa de 1995, das Mil Milhas na categoria de carros com cilindrada até 1.600 litros , além de participações no Rali dos Sertões e um título no Motocross. Ao contrário do novo parceiro, ele conhece a pista do Autódromo Internacional de Goiânia, palco da próxima rodada da GT3. “Corri duas vezes lá e posso dizer que é um traçado simplesmente delicioso para se pilotar. Imagino como deve ser com uma máquina dessas”, afirmou.

Sérgio Lúcio demonstra empolgação com a oportunidade. “Vou trabalhar para me adaptar o mais rápido possível ao Viper. Vi algumas corridas pela televisão e achei muito legal, bastante nivelado, e não vejo a hora de estar ali no meio correndo contra supermáquinas como Ferrari, Lamborghini, Porsche… É uma categoria que tem tudo para crescer. Gosto de velocidade e só quero acelerar”.

Foto: Miguel Costa Júnior