Riamburgo Ximenes e Stanger Eller lideram o Cerapió 2008 na velocidade

28 de janeiro de 2008

Foto: Sanderson Pereira

No Cerapió 2008, a velocidade tem nome próprio, Velopiocerá. É no Velo, como é carinhosamente chamado, que acontece a mais disputada briga da prova. Largaram 24 carros, que durante 4 dias seguidos, disputam 12 especiais, três a cada dia. Vencerá quem obtiver a menor somatória geral de tempos. Neste formato, cada segundo é determinante para o resultado geral, e a alternância de vencedores por etapa tem transformado o Velô na melhor disputa de rali cross country que o Nordeste já viu nos últimos tempos.

Nestes três dias de prova, o Velô percorreu até agora 951 quilômetros. Para cada dia um circuito com média de 30 quilômetros recebe três baterias e o resultado de cada bateria é somado ao acumulado, essa regra torna o jogo muito mais interessante. Na sexta-feira a prova teve como principais características o terreno arenoso da Paraíba aliado a retas que convidavam a pisar tudo, curvões que exigiam habilidade dos pilotos, um canavial que era um verdadeiro labirinto para testar navegadores e um calor intenso que somado a dificuldade do terreno fez com que a temperatura alta fosse a grande vilã do dia.

Riamburgo/Stanger são líderes da prova com o tempo de 3 horas, 56 minutos e 31 segundos. A dupla do Ceará administra uma vantagem de apenas 1 minuto e 49 segundos sobre Jean Azevedo e Yossef Haddad, de São Paulo. Vale citar que está é a prova de estréia de Jean Azevedo, pentacampeão do Rally dos Sertões nas motos, na categoria carros.