Riamburgo Ximenes e Stanger Eller começam o RN1500 administrando resultados

2 de maio de 2008

Foto – Doni Castilho/Divulgação

Neste feriado, dia do trabalho, o Rio Grande do Norte deu largada e “muito trabalho” para o RN1500. O Objetivo da prova é testar a capacidade de pilotos e navegadores pelos mais diversos tipos de terreno que o estado oferece. Esta é décima primeira edição do rali que reúne motos, quadriciclos e carros. Para as motos e quadris a prova pontua como etapa do Campeonato Brasileiro de Rally Cross Country, já para os carros o rali é está sendo avaliado pela CBA com o intuito de integrar o campeonato brasileiro em 2009.
Apesar da prova contar apenas com 14 carros inscritos, pode-se dizer que a competitividade dos pilotos que estão nas trilhas do RN1500 é das melhores. A briga em busca do melhor tempo trouxe neste primeiro dia de competição velocidade de sobra por trilhas regadas pela chuva, que deixou a terra dura da região de hoje mais apimentada, ou melhor, escorregadia. E quem sabe acelerar aprovou!
“O terreno hoje estava uma delícia. Liso, mas com erosões e que exigia administrar a tocada, afinal ainda estamos no primeiro dia de uma competição com mais 400 quilômetros de trechos de velocidade pela frente. No cross country a estratégia também tem seu peso na busca pela vitória”, comentou Riamburgo ao final da especial de hoje.
O RN1500 acontece de 1 a 4 de maio. Largou hoje da cidade de Natal e fechou o dia em Currais Novos, foram 77km de trecho cronometrado. Para amanhã o rali segue seu roteiro por Cerro Corá, Angicos e Afonso Bezerra. Os terrenos são variados, com pedra, areia, piçarra e alguns pontos de mata. Serão 125 quilômetros de especial de velocidade. A largada será de Currais Novos com chegada em Guamaré, onde o rali pernoita.
Texto – Zarhi EL Malek