SUPER GT: Três brasileiros disputam os 1000 Km de Suzuka

22 de agosto de 2008

Foto:Divulgação A Prova mais longa do calendário do Campeonato Japonês de Super GT, o Brasil terá neste domingo (24/8) três representantes participando dos 1000 Km de Suzuki. O paulista João Paulo de Oliveira, sétimo no certame, vai continuar com o japonês Seji Ara, seu habitual companheiro com Nissan GT-R, o paulista Fábio Carbone, que vai reforçar a dupla do francês Benoit Treluyer e o japonês Satoshi Motoyama, também com Nissan, e o carioca Roberto Streit, que vai estrear com Toyota SC430 ao lado do sueco Bjorn Wirdheim e o japonês Akira Iida.
Nos treinos livres de sexta-feira (22/4) nos 5.807 metros do seletivo circuito nipônico, os mais rápidos foram o francês Loic Duval e o japonês Katsuyuki Hiranaka, apenas 14º colocados no campeonato, usando pneu Dunlop em seu Honda NSX , com a marca de 1min55s470, seguidos do irlandês Ralph Firman e o japonês Takuya Izawa, com o mesmo carro, mas equipados com pneus Bridgestone. Fábio Carbone ficou com o nono tempo, João Paulo de Oliveira foi o 11º, a melhor posição de equipe que usa pneus Yokohama, logo seguido de Roberto Streit. Líderes do principal certame de GT do Oriente, os japoneses Ryo Michigani e Takashi Kogure, com Honda NSX/Bridgestone ficaram apenas no 15º posto.