Fórmula Master: Neozelandês Chris Van der Drift é o campeão da Fórmula Master

6 de outubro de 2008

Foto:Octavio Freitas

O neozelandês Chris Van der Drift conquistou no último fim de semana (4-5/10), no autódromo italiano de Monza, o título da temporada 2008 da Fórmula Master, uma das categorias que melhor prepara pilotos jovens e experientes no caminho para a Fórmula 1. “Foi uma temporada boa, um campeonato muito disputado, decidido só agora em Monza, na oitava e última rodada. E acho que no ano que vem será ainda mais duro e equilibrado”, afirma o brasileiro Octávio Freitas, que aos 16 anos foi o mais jovem a participar do campeonato este ano. As duas provas foram válidas pela 15ª e 16ª etapas da competição.

Em sua segunda temporada na categoria, Drift somou 101 pontos na tabela e seus resultados mostram porque ele foi o campeão. Em 16 etapas ele obteve seis vitórias, subiu 10 vezes ao pódio, e só não anotou uma vez a pole position nos treinos classificatórios. O suíço Fabio Leimer garantiu o vice com 79 pontos e três vitórias no ano, enquanto o alemão Michael Amermmuler, que fez sua estréia no campeonato, foi o terceiro colocado com 74 pontos, pontuando em 15 corridas. “O Van der Drift mereceu ser campeão e o Ammermuller ter vencido algo. O Drift pilotou bem, foi sempre rápido, fez sete das oito poles, subiu no pódio em todas as rodadas”, analisa o mineiro Otávio Freitas. O Ammermuller não tem nada de novato, e é bastante experiente e rápido”, opina sobre o piloto que foi contratado pela equipe de F1 Red Bull Racing, e que chegou a andar nas ruas de São Paulo em 2006. 

Com o título, o competidor da Nova Zelândia ganhou também um contrato de 15 dias como piloto de testes da equipe Honda na F1. A segunda colocação assegurou a Leimer um teste na GP2, enquanto Ammermuller vai poder andar com um carro do FIA WTCC. Como foi o estreante do ano, o alemão também fará um teste na Indy Lights. “Esta premiação incentiva os pilotos a irem pra frente. A Formula Master proporciona um horizonte para a continuidade da carreira. É melhor que prêmio em dinheiro, pois é um incentivo real”, conta Octávio, que já foi campeão brasileiro de kart representando o estado do Tocantins. Drift e o russo Sergey Afanasiev, seu companheiro na JD Motorsport, formaram a melhor dupla da temporada e com isso vão testar na Grand-am, um dos principais certames de protótipos e carros GT dos Estados Unidos.

Uma das marcas da Fórmula Master em 2008 foi o equilíbrio. Além de o equipamento ser igual apara todos, os 12 pilotos que lideraram a tabela de classificação são de países diferentes. “A maioria das equipes da Fórmula Master é altamente profissional e tem o mesmo nível. Algumas têm mais recursos, como é normal no automobilismo”, conclui Freitas, que participou de três provas pela ADM Motorsport.

Esta foi a classificação final da temporada 2008 da Fórmula Master:1) Chris van der Drift (NZL), 101 pontos; 2) Fabio Leimer (SUI), 79 pontos; 3) Michael Ammermuller (ALE), 74 pontos; 4) Harald Schlegelmich (LET), 46 pontos; 5) Arturo Llobell (ESP), 29,5 pontos; 6) Josef Kral (RTC), 29 pontos; 6) Vladimir Arabadzhiev (BUL), 29 pontos; 8) Sergey Afanasiev (RUS), 28 pontos; 9) Kasper Andersen (DIN), 27 pontos; 10) Norbert Siedler (AUT), 22 pontos; 11) Marcello Puglisi (ITA), 19 pontos; 12) Pablo Sanchez Lopez (MEX), 14,5 pontos; 13) Daniel Mancinelli (ITA), 13 pontos; 13) Tim Sandtler (ALE), 13 pontos; 15) Earl Bamber (NZL), 12 pontos; 15) Yuhi Sekiguchi (JAP), 12 pontos; 17) Alejandro Nunez (ESP), 10 pontos; 18) Michael Meadows (GBR), 9 pontos; 19) Esteban Gutierrez (MEX), 8 pontos; 20) Alberto Costa (ITA), 7 pontos; 20) Frankie Provenzano (ITA), 7 pontos; 22) Mihai Marinescu (ROM), 6 pontos; 23) Filip Salaquarda (RTC), 3 pontos; 23) Matei Mihaescu (ROM), 3 pontos; 25) Michele Caliendo (ITA), 2 pontos; 26) Dominik Wasen (ALE), 1 ponto; 27) Fabrizio Crestani (ITA), 0,5 ponto.