F-Truck: Beto Monteiro é o pole position em Curitiba

11 de outubro de 2008

Foto:Orlei Silva

O piloto de Pernambuco, Beto Monteiro (Scania) é o pole position na largada deste domingo (dia 12) para a oitava etapa do Campeonato Brasileiro de Fórmula Truck a ser realizada no Autódromo Internacional de Curitiba com largada marcada para as 13h20.

Monteiro conseguiu a melhor marca logo na primeira sessão de classificação quando 23 pilotos entraram na pista na disputa pelas posições do grid de largada. Três ficaram fora por quebras nos treinos livres. A segunda sessão, com os cinco primeiros colocados acabou não acontecendo por causa da chuva que aumentou no final da primeira tomada. “Todos os pilotos preferiram ficar com o tempo da primeira sessão por causa da chuva. Faz parte do regulamento”, declarou o diretor de prova Carlos Montagner.

O treino de classificação começou com chuva e atrapalhou a tomada com algumas derrapagens e a necessidade de zelo para não bater o caminhão e comprometer a prova de domingo. O primeiro a entrar na pista foi o paulista Djalma Fogaça (Ford) que saiu prejudicado pelo piso encharcado e ainda sem a trilha que aos poucos foi sendo “construída” pelos outros concorrentes. Isto custou ao piloto de Sorocaba o nono tempo, depois de ter sido o segundo melhor tempo no treino livre anterior à tomada de tempo. Já Beto Monteiro e Roberval Andrade, a dupla que marcou a dobradinha da Scania na primeira fila, foram favorecidos pela diminuição da chuva no momento que fizeram suas voltas rápidas. “A pista já estava 90% seca e pudemos manter um ritmo forte”, contou Beto Monteiro , que venceu a primeira etapa da temporada deste ano em Guaporé debaixo de chuva. O mesmo aconteceu com o piloto da RM Competições Volkswagen, Valmir Benavides, o Hisgué que entrou em seguida e marcou o quinto melhor tempo. A diferença para os Scania é que Hisgué havia colocado os pneus de chuva na traseira e com a pista seca, o piloto teve grande dificuldade de manter o caminhão na pista. “A traseira saia pulando para o lado e eu tinha que segurar o caminhão no volante”, contou Hisgué.

Outros pilotos também foram favorecidos com essa pausa na instabilidade climática, que antes da metade do treino já se apresentava novamente com chuva forte. Entre eles, o argentino Gaston Mazzacane (Mercedes-Benz) que larga na terceira posição, o paranaense Fabiano Brito (Volvo), quarto colocado, Adilson Cajuru, piloto da Iveco, sexto colocado e Geraldo Piquet (Mercedes-Benz) sétimo. O atual líder do campeonato, Wellington Cirino (Mercedes-Benz) que foi o 13º a entrar na pista já pegou a volta da chuva e só conseguiu se classificar na 12ª posição do grid.

A programação para este domingo tem o início às 9h00 com o warm-up de 45 minutos de duração. Às 10h00 começam as atrações com o show de motos, desfile de pilotos e Truck Test. A bandeira verde para a volta de apresentação será as 13h27. A transmissão direta pela Rede Band de TV começa as 13h20, com narração de Téo José, comentários de Edu Homem de Mello e reportagens de Luiz Silvério.

Os ingressos continuam sendo vendidos nas bilheterias do autódromo ao preço de R$ 25.  A organização da Fórmula Truck não co br a ingressos de pessoas maiores de 65 anos e crianças de cinco a sete anos. Também têm entradas livres, pessoas portadoras de deficiência física. Não é permitida a entrada de crianças com idade abaixo de cinco anos no autódromo. Os estudantes com a carteira da entidade pagam meia entrada.

O Autódromo Internacional de Curitiba não permite a entrada de isopores com bebidas. A organização oferece bares para lanches e bebidas dentro do autódromo. Patrocinadores oficiais da Fórmula Truck: Petrobrás, Vipal e Bridgestone Firestone.