Adriano Buzaid destaca aprendizado na F-3 Inglesa

13 de outubro de 2008

Foto: Jakob Ebrey/Divulgação

A temporada da Fórmula 3 Inglesa terminou neste domingo (12), em Donington Park, com a participação especial do brasileiro Adriano Buzaid. Ele se inscreveu para a rodada dupla de encerramento do campeonato pela National Class, uma espécie de divisão de base da categoria (que prepara os pilotos para o torneio principal), para ter uma visão geral da Fórmula 3 Inglesa, onde planeja estar em 2009.

Apesar das dificuldades naturais por se tratar de uma estréia, Adriano Buzaid fez uma avaliação positiva do fim de semana em termos de aprendizado, depois de conquistar um terceiro e um quarto lugares em sua categoria, a National Class. ”Serviu para ter uma noção de como as coisas funcionam, conhecer melhor o carro e saber exatamente os pontos que preciso analisar antes de escolher minha equipe para 2009”, revelou.

Neste fim de semana ele andou pela Carlin Motorsport. “O engenheiro é o profissional mais importante da Fórmula 3 Inglesa. Aqui, é impressionante como o acerto do carro interfere na performance – muito mais que na Fórmula Renault Inglesa, por exemplo. Conversei com alguns pilotos que passaram pela categoria e que já testaram na Fórmula 1 e eles me disseram que, até em função disso, a categoria ensina muito ao piloto”, acrescentou.

Durante as duas corridas do fim de semana, Adriano Buzaid conseguiu imprimir um ritmo constante, mas acredita que com um pouco mais de sorte no treino classificatório poderia ter conquistado resultados ainda melhores. “Foi um treino confuso, que começou com pista seca e depois choveu. Mas a equipe acabou me segurando um pouco e quando entrei já estava molhado”, lamentou.

“De qualquer forma, acho que fiz minha parte e serviu bastante como experiência. Fiquei feliz por ter andado por vezes no ritmo dos pilotos da International Class (que possuem modelos de carros mais atualizados) e terminado as duas provas na frente do Clemente Faria Jr. – que é um piloto mais experiente e que chegou a ser campeão da Fórmula 3 Sul-Americana, no ano passado”, concluiu Adriano Buzaid.