Luís Stédile garante primeiro título no Rally de Velocidade

19 de outubro de 2008

Foto:Divulgação

Após dois vice-campeonatos, o piloto Luís Stédile (RS) finalmente comemorou, correndo ao lado do navegador Lucas Rocha (RS), a conquista da temporada 2008 da Copa Peugeot – Rally de Velocidade, após a segunda colocação na sexta e penúltima etapa do ano, disputada neste fim de semana em Gramado (RS). “Até que enfim… Chegamos aqui sem pensar em nossa posição, mas tudo deu certo. Agora vamos para Curitiba sem o peso de decidir o campeonato lá”, afirmou Stédile. Seu navegador, entretanto, quer terminar a competição no lugar mais alto do pódio e garantir também o seu título – ele está três pontos à frente do segundo colocado. “Vou lutar muito pela vitória na última etapa. Depois nós pensaremos na próxima temporada, em dar seqüência ao bom trabalho que fizemos em 2008”.

Quem promete dificultar as coisas para os campeões é a dupla formada por Marcos Tokarski (PR) e Kana Ribeiro (PR), campeões da etapa. “Agora vamos correr em nossa casa. Faremos de tudo para ganhar mais uma vez”, disse o piloto, que tem inúmeros motivos para pisar fundo no acelerador. “Com o resultado, assumimos a vice-liderança do campeonato. Isso nos deu mais confiança. O gosto da vitória é muito bom. Vamos para cima. Eu quero garantir o vice da temporada e o Kana ainda briga entre os navegadores.”

 

Em busca de pontos preciosos na reta final da competição, muitos competidores resolveram arriscar mais. O piso escorregadio de Gramado, que sofreu com chuvas por quase uma semana, foi deixando algumas duplas pelo caminho. Roberto Theodoro (RS) e Nani Washburger (RS) comprometeram a etapa após desgarrarem numa curva, o que custou quatro minutos a mais na soma total do tempo.

 

As 22 duplas participantes disputaram dez especiais, totalizando 106,8 km de trechos cronometrados. Seis delas foram disputadas no sábado (18), com duas passagens pela SS1, caracterizada por trecho misto que, em 14,2 km de extensão, combina retas rápidas e subidas com curvas mais fechadas, e mais duas passagens pela SS2, quase toda percorrida em estradas utilizadas nos campeonatos sul-americanos. Já a SS3, disputada à noite, era bem mais travada. No domingo (19), duas passagens pela SS4 e SS5 completaram a etapa.

 

Já a categoria Light será decidida na última etapa, em Curitiba. Quem entrou na luta pelo título foi a dupla de Luciano Fleck (GO) e César Valandro (PR), que venceu a prova do fim de semana. “Precisávamos demais desse resultado. Confiei muito em meu navegador, tanto que abrimos uma boa diferença justamente nas especiais noturnas. Agora é tudo ou nada na próxima corrida, disse o piloto”.