Super GT: João Paulo de Oliveira abandona corrida no Japão

19 de outubro de 2008

Foto:Divulgação

O final do Campeonato Japonês de Super GT não está saindo como o brasileiro João Paulo de Oliveira (Nissan) planejava. Na oitava e penúltima etapa, disputada neste domingo (19), ele teve que amargar um abandono faltando oito voltas para o encerramento dos 300 Km de Autópolis. “Quebrou a direção hidráulica no turno final”, contou. A vitória ficou com a dupla Benoit Treluyer (FRA)/Satoshi Motoyama (JAP), com Nissan GT-R/Bridgestone, que ao completar as 65 voltas em 1h56min36s729, voltou a assumir a liderança do principal certame de carros Gran Turismo do Oriente.

Depois de largar da 13ª posição, João Paulo de Oliveira fez uma bela prova e entregou o carro para Seiji Ara, seu companheiro de equipe, já no pelotão da frente. “Uma pena, eu estava indo muito bem e entreguei pro meu companheiro com chances de terminar entre os cinco primeiros, porque era onde estávamos quando eu parei. Mas dai o Ara voltou pra pista e quebrou depois de duas voltas”, explicou desolado. “Ele disse que não estava agüentando dirigir daquele jeito e paramos faltando só oito voltas”.

A nona e última etapa do Campeonato Japonês de Super GT será em Fuji, no dia 9 de novembro. “Sem o lastro por bom desempenho, espero que tenhamos um bom resultado na próxima corrida, para encerrar o campeonato pelo menos entre os dez primeiros na pontuação”, prevê João Paulo, que caiu do 10º para o 13º posto por não ter pontuado.