Barrichello homenageia Ingo Hoffmann no GP Brasil de F-1

1 de novembro de 2008

Foto: Miguel Costa Jr.

Rubens Barrichello surpreendeu nesta sexta (31), ao entrar no cockpit de seu Honda 17, usando uma réplica do capacete de Ingo Hoffmann. Foi uma forma de homenagear o amigo em uma demonstração de carinho e agradecimento a um dos maiores ídolos do automobilismo nacional.

Convidado por Rubinho, Ingo que tem o número 17 como sua marca registrada, passou o primeiro dia de treinos do GP Brasil de F-1 nos boxes da Honda. “Foi uma super emoção, show de bola, uma das homenagens mais bacanas que recebi na minha vida”, disse Ingo emocionado.

O Alemão relembrou uma história das antigas, quando presenteou Rubinho com seu primeiro capacete. “Em 1979, quando voltei da Europa para correr no Brasil e iniciei minha carreira na Stock Car, aluguei uma micro oficina em frente ao autódromo de Interlagos, vizinha de uma loja de material de construção do Rubão, pai do Rubinho. E volta e meia o Rubinho, com 7 anos de idade naquela época, vinha na minha oficina, ficava olhando o Stock, acompanhando tudo. Até que um dia eu ganhei um capacete laranja e dei de presente para ele, que usou no kart. Confesso que não imaginava que ele iria chegar aonde chegou e estaria aqui hoje me fazendo essa linda homenagem. Fiquei muito emocionado”, disse Ingo, que no final do ano se despede da Stock Car. Ingo estará acompanhando Rubinho em Interlagos amanhã e domingo.