Roberval reconhece estar longe do título, mas confia em vitória na etapa de Tarumã

4 de novembro de 2008

Foto: Heuler Andrey

O estouro de um pneu a sete voltas do final da etapa em Curitiba, onde era líder e acelerava para a segunda vitória na temporada, diminuiu as chances de Roberval Andrade na luta pelo título do Campeonato Brasileiro de Fórmula Truck. Contudo, o desempenho traz motivação ao paulista da Roberval Motorsport, que aposta em vitória na nona etapa, marcada para este domingo (9) no Autódromo Internacional de Tarumã, em Viamão, na Grande Porto Alegre.

“Nossos caminhões estiveram muito competitivos durante todo o fim de semana da etapa em Curitiba”, frisa Andrade, citando a presença dos dois pilotos da Roberval Motorsport na primeira fila do grid na capital paranaense – ele largou em segundo, na pole-position do pernambucano Beto Monteiro, seu companheiro de equipe. “Era uma corrida que dificilmente eu perderia, mas o pneu estourou e a verdade é uma só, o abandono me deixou fora da disputa pelo título”, diz.

A constatação é cercada de um exagero reconhecido pelo próprio piloto da Scania. Terceiro na classificação do campeonato, ele está 24 pontos atrás do líder Wellington Cirino, com 62 pontos ainda em jogo nas etapas em Viamão e em Brasília, esta marcada para 7 de dezembro. “É claro que ainda há uma chance de título, mas o pneu estourado deixou as coisas muito mais difíceis. Era para estar a três pontos do líder se vencesse, e não a 24”, faz as contas.

Contudo, como faz questão de lembrar o próprio Andrade, “não existe o ‘se’ no automobilismo”. “Eu ainda não desisti do campeonato, mas reconheço que ficou bem mais difícil. Esta é uma situação. Outra situação é que ganhar a corrida em Tarumã é uma meta perfeitamente viável. Eu diria que o título está longe, mas a vitória está bem perto”, anima-se o paulista da Roberval Motorsport, que obteve o título brasileiro da categoria na temporada de 2002.

Andrade e Monteiro não fizeram nenhum treino em pista desde a corrida de 12 de outubro em Curitiba. “A equipe preferiu trabalhar nos caminhões na sede. Para Tarumã, teremos mais alguns desenvolvimentos da Scania. Essas evoluções tem sido implantadas gradativamente ao longo da temporada e os resultados são cada vez mais consistentes”, constata. “Minha estratégia para esta corrida vai ser a mesma das últimas. Acelerar o que puder e ver no que dá”.

Andrade tem seu caminhão número 15 decorado nas cores e logomarcas de Scania, Knorr-Bremse, BorgWarner, Guerra, Frum, Rodafuso, KS, Mann Filter, Tanesfil, Banco PanAmericano, Niju, CCE, Intel e Consórcio Nacional Scania. Os treinos em Viamão terão início na sexta-feira (7). A corrida, domingo, terá largada às 12h45 e será transmitida ao vivo para todo o Brasil pela Rede Bandeirantes, com geração de imagens da paranaense Master TV.