Super GT: João Paulo de Oliveira é o mais rápido no Japão

7 de novembro de 2008

Foto:Divulgação

Otimismo e confiança são os sentimentos que estão impulsionando João Paulo de Oliveira na última etapa do Campeonato Japonês de Super GT, que será disputada neste final de semana ( 07 a 09/11) no autódromo de Fuji, sede do GP do Japão de Fórmula 1. “Como eu esperava, no seco estamos bem”, comentou o brasileiro, que foi o mais rápido nas duas sessões de treinos nesta sexta-feira.

Depois de ter sido o piloto mais rápido da Nissan nesta pista na terceira etapa do ano, João Paulo de Oliveira dominou no mês passado os treinos coletivos da principal categoria de carros esportivos do Oriente, e agora na programação oficial da nova rodada está provando que veio para brigar pela sua segunda vitória na temporada. “No seco estamos bem. Não tem muito espaço pra melhorar, fiz uma volta muito boa e estamos com o carro no chão!”, admite o favoritismo.

A única coisa que pode atrapalhar os planos de João Paulo é a performance dos pneus Yokohama caso se confirme a possibilidade de precipitação de chuvas. Para o horário da definição do grid de largada, as chances de chuva estão em 70%. “Parece que a previsão para amanhã (sábado) durante os treinos classificatórios é piso molhado. Se for com chuva, não existe a menor possibilidade de brigar pela pole position. Resta torcer para que não chova, mas pela previsão, acho difícil”, acredita o brasileiro, que mesmo assim foi o mais rápido na sessão de treino com asfalto molhado. “De manhã começou molhado e foi secando. No fim pouca gente botou pneu de pista seca”, explicou.

Mesmo que se concretize a chuva na prática classificatória, o otimismo de João Paulo para a corrida é grande. “Para domingo a previsão é de tempo nublado, com 30% de chances de chuva. Se estiver seco na hora da corrida, com certeza dá para recuperar. Acho que dá para sair na foto estourando a champanhe”, encerra.