Copa Clio: torneio completa 1ª temporada com motor 2.0, que deu novo impulso ao torneio

27 de novembro de 2008

Foto : Fernanda Freixosa

A julgar pelos resultados obtidos pelo paranaense José Cordova nessa temporada, é possível afirmar que o atual campeão da categoria tomou a decisão correta ao confirmar presença na temporada de 2008 da Copa Renault Clio. Já bicampeão do torneio, ele havia declarado que não participaria do atual campeonato, mas se manteve na disputa, animado pelo potencial de mudança que oferecia a chegada do novo motor 2.0 que passou a equipar os carros da categoria neste ano.

A novidade, aliás, deu um novo gás ao torneio, que na etapa do Rio de Janeiro chegou ao maior número de inscritos dos dois últimos anos: 28. E serviu, também, para alterar a divisão de forças na categoria. A adaptação ao novo propulsor – que por ter maior torque exigiu mudanças no acerto dos carros – foi sentida de maneira diferente pelas equipes. E quem descobriu primeiro os segredos do equipamento levou vantagem.

 Além de deixar o Clio mais prazeroso de guiar, o novo motor representou uma diferença considerável no cronômetro. Com cerca de 20 cavalos a mais que o modelo anterior, ele deixou os carros da categoria aproximadamente dois segundos mais rápidos por volta.