Copa Clio: Desclassificação de Vitte dá a Cardoso o vice-campeonato

30 de novembro de 2008

O paulista José Vitte chegou a subir no pódio, participou da entrevista coletiva após a última etapa da temporada e, principalmente, a comemorou o vice-campeonato da Copa Renault Clio neste domingo (30), em Interlagos. Mas a alegria do piloto da W Racing – equipe que também conquistou o título de pilotos com José Cordova –, durou pouco.

Minutos depois das solenidades que seguiram a bandeira quadriculada, Vitte foi chamado ao terceiro andar da torre de cronometragem para dar explicações aos comissários sobre dois incidentes ocorridos durante a prova – um registrado pouco depois da largada, com Rodolfo Pousa , e outro a poucas voltas do final, com Wagner Cardoso (Foto carro 0).

Os comissários atenderam à reclamação dos competidores que se sentiram prejudicados nos incidentes, e terminaram por punir Vitte duplamente. Ele recebeu um acréscimo de 20 segundos em seu tempo total de prova pela manobra contra Pousa. A mesma punição seria aplicada pelo toque em Cardoso, mas como se tratava de caso de reincidência de uma irregularidade na mesma corrida os comissários da Confederação Brasileira de Automobilismo decidiram pela desclassificação.

Com isso, o resultado final do campeonato também sofreu alteração, já que o paulista havia conquistado o vice-campeonato ao receber a bandeirada final da corrida deste domingo na quarta colocação. A equipe W Racing, no entanto, já formalizou uma intenção de recurso contra a decisão dos comissários, o que deixa o campeonato sub-judice. A equipe tem até quarta-feira para entrar com a versão definitiva do recurso.

Com a mudança no resultado da etapa deste domingo, Wagner Cardoso passou a somar 102 pontos no campeonato, contra 99 de Edu Garcia, que subiu para o terceiro lugar. Rodolfo Pousa terminou o ano em quarto, com 97 pontos, enquanto Vitte caiu para quinto, com 95.

Texto : Rafael Durante/Foto : Fernanda Freixosa