Reijers Rally Team ajuda concorrente no Rally dos Amigos e termina o Brasileiro de Rally Cross-Country na terceira posição na T1 FIA

9 de dezembro de 2008

 

Foto:José Mario Dias

“Tivemos um saldo positivo nesta temporada. Depois de diversos problemas mecânicos, encontramos a solução e traçamos uma nova história com a conquista de excelentes resultados. Afinal, quem gosta de rali, gosta de desafios e é persistente”, analisou o piloto Roberto Reijers, da Reijers Rally Team, após terminar o 11º Rally dos Amigos, realizado neste último sábado, 6 de dezembro, em Itatinga, interior paulista, válida pela 6ª e última etapa do Campeonato Brasileiro.

Na disouta pelo título da categoria T1 FIA, cinco equipes possuíam chances de brigarem pelo título. E neste pelotão estava a Reijers Rally Team, que mesmo acelerando forte, parou para ajudar um de seus principais correntes. “O Fellipe e Emerson passaram reto em uma curva e atolaram o veículo no areião. Como éramos a equipe que estava logo atrás deles, decidimos ajudá-los para que prosseguissem na disputa. No entanto, o gancho do reboque do carro de nossos adversários arrebentou e acertou com uma força violenta o nosso pára-brisa. Por sorte, nossos instrumentos de bordo seguraram a peça, evitando que ela nos atingisse”, detalhou o navegador Rogério Almeida, demonstrando frustração por não terem tido sucesso no resgate do companheiro.

Douglass Fagundes/Dfotos

Essa atitude mostrou que acima de qualquer rivalidade, sempre deve existir o espírito do rali, que independente das circunstâncias, um colega precisa ser ajudado quando se encontra em uma situação difícil. “O homem é inteligente, domina a fala e diz o que tem vontade. Mas é através das atitudes que conhecemos cada pessoa”, enfatizou Almeida.

Ao longo da corrida, a Ford Ranger também apresentou um inesperado aquecimento do motor, prejudicando o desempenho da dupla, que terminou a prova na 14ª colocação, com a marca de 2 horas 39 minutos e 32 segundos. Com essa posição, Reijers e Almeida encerraram o Brasileiro em terceiro lugar na T1 FIA. Diversos carros apresentaram o mesmo problema, comprovando a dificuldade do terreno. 

A vitória do Rally dos Amigos foi de Maurício Neves e Clécio Maestrelli, que conquistaram o título do Brasileiro. Em segundo na etapa vieram Marcos Moraes e Deco Muniz, seguidos por Riamburgo Ximenes e Stanger Eller.