Fórmula Um: Ferrari teria vendido lealdade à Ecclestone

21 de dezembro de 2008

O jornal britânico “The Times”  publicou neste sábado (20), matéria na qual o todo poderoso da Fórmula Um, Bernie Ecclestone afirma ter “comprado a lealdade” da Ferrari em 2003. De acordo com o periódico o time italiano recebeu tratamento especial naquele ano quando várias equipes se opuseram à Eclestone e a Ferrari foi a primeira a dar apoio ao dirigente sendo contrária à ideia de se criar ma nova catagoria gerenciada pelas equipes.

“Foi a única equipe que rompeu a unidade com os outros fabricantes, e por que fizeram isso. Aí é onde entram os US$ 80 milhões. Nós “compramos” a Ferrari, compramos a lealdade da Ferrari. Nosso trato com a Ferrari é que ‘os compraríamos’ para que não se fossem com os outros”, afirmou Bernie.

As declarações dadas por Ecclestone ocorrem depois que o presidente da Ferrari, Luca di Montezemolo, criticou administração da categoria.