2008 um ano difícil para dois irmãos

1 de janeiro de 2009

Foto:Sérgio Sanderson/Divulgação

Vice-campeão de 2007, o piloto paranaense Rodrigo Sperafico terminou na temporada 2008 na 14ª colocação, com 37 pontos. Com esse desempenho o piloto da equipe Terra/Avallone, acredita que 2008 é um ano para esquecer. Segundo Rodrigo Sperafico, a temporada foi muito difícil, na qual o seu melhor resultado foi o terceiro lugar na segunda etapa, realizada em Brasília. “As dificuldades começaram logo na primeira etapa e se estenderam por toda a temporada. Trabalhamos duro, mas o carro não correspondeu”, diz.

Rodrigo também salienta que a temporada serviu para aprender a ter paciência. “É nas dificuldades que a gente cresce e vamos levar a lição de tudo o que aconteceu para o próximo ano, quando as coisas podem ser muito melhor e queremos estar entre aqueles que brigarão pelo título”, finaliza Rodrigo.

Foto:Sérgio Sanderson/Divulgação

A temporada 2008 do Campeonato Brasileiro de Stock Car também não foi tão positiva  para o outro Sperafico.  Ricardo Sperafico, da equipe Panasonic Racing, esperava uma melhor colocação, no entanto acredita que o ano deixou lições importantes.

Segundo Ricardo Sperafico, que terminou a temporada em 19º lugar, com 32 pontos, aconteceram muitos imprevistos e resultados ruins. Somente nas três últimas etapas conseguiu encontrar um bom acerto e o carro ficou competitivo. Ele encerrou a temporada largando em segundo e conquistando o segundo lugar em Interlagos. “Passamos maus bocados, mas conseguimos um bom resultado na última prova do campeonato”, afirma Ricardo Sperafico.

A confiança de Ricardo Sperafico de que a próxima temporada será excelente está no fato de que a Stock Car terá um carro novo. “O carro completamente diferente do que utilizamos até aqui. Como todos estarão partindo do zero, a expectativa é muito boa e vamos trabalhar para encontrarmos um bom acerto do carro já nos primeiros treinos. Assim teremos condições de fazer uma grande temporada e brigar pelo título”, destaca Ricardo Sperafico.