Dakar: Reinaldo Varela e Marcos Macedo dizem adeus à competição

9 de janeiro de 2009

Foto: Walther Neto/Sigcom

O sonho de Reinaldo Varela e Marcos Macedo de completar o Dakar 2009 acabou na última quarta-feira (07), quando após uma sucessão de problemas, foram obrigados a abandonar a prova. Logo no início da especial, tiveram a primeira amostra de como seria um percurso difícil. Após largarem na 53ª posição, encalharam com 8 quilômetros de percurso. Depois de forçarem muito o carro, e perderem muito tempo conseguiram sair. Prosseguiram por um bom tempo sem nenhum imprevisto, quando detectaram problema no combustível, sem saber ao certo se era na bomba de combustível, na injeção ou sujeira no tanque. Achando que não poderia ficar pior, percorreram até o quilômetro 180, quando o carro parou, e para piorar ficaram sem os dois macacos (hidráulico e manual). Para finalizar, o guincho também parou de funcionar, tirando por fim, a dupla da disputa, já que só seriam resgatados no dia seguinte, eliminando a possibilidade de largar na especial seguinte, da última quinta-feira (08).

Foto: Walther Neto/Sigcom

Varela ainda tenta assimilar que sua aventura chegou ao fim. “Não dá para acreditar que acabou é uma sensação muito ruim, assistir ao rali de fora”, disse.

Foto: Walther Neto/Sigcom

Para Marcos Macedo, que ao contrário do companheiro, teve sua primeira experiência na maior competição off-road do mundo este ano, a aventura foi muito desgastante, mas válida de qualquer forma. “Foi tudo muito mais difícil do que eu imaginava. Foi uma corrida maluca largar depois dos caminhões, e tentar ganhar alguma posição atrás da imensa poeira que eles levantavam. Por outro lado as paisagens eram maravilhosas, é um lugar perfeito para uma competição cross country, com muita areia, lagos secos e pedras. Espero ter a chance de participar novamente de uma prova ali”, declarou Macedo.