Rali: Paulista de Cross Country 2009 começa em março com muitas novidades

21 de janeiro de 2009

Foto:Doni Castilho

O calendário 2009 do Paulista de Rally Cross Country já tem data para começar. Após muita expectativa a respeito da primeira etapa do ano, ficou definido que a primeira prova será realizada juntamente com o Campeonato Brasileiro de Rally Cross Country, na cidade de Barretos, entre os dias 13 e 15 de março. Ao todo serão 9 etapas, divididas em 4 provas. Para esta temporada a FASP (Federação Paulista de Automobilismo), volta a promover o campeonato, que será composto pelas três provas da RallySP e mais o Rally de Barretos, promovido pela Pró Esporte Brasil.

Foto:Doni Castilho

Segundo Deco Muniz (Foto), organizador da RallySP, inicialmente o campeonato teria início no próximo mês, mas após muita negociação, a espera acabou impossibilitando a organização da primeira etapa para o início do ano. “Nosso campeonato estava previsto para começara em fevereiro, mas por conta de uma tal ‘crise econômica’, que dizem existir por aí, nossa programação ficou comprometida”, afirmou.

Com as incertezas geradas pela crise americana, as empresas optaram em não assumir compromissos neste início de ano, aguardando os rumos que a economia mundial irá tomar. “Por conta disso, toda e qualquer parceria comercial para a temporada ficou suspensa e infelizmente sem capital não temos como realizar as provas”, informou Deco.

Foto:Doni Castilho

NOVIDADES PARA 2009

Para facilitar a vida dos organizadores, e competidores foram realizadas várias reuniões no final do ano passado, onde ficou acertada a unificação dos regulamentos dos campeonatos de rally cross country brasileiros. Sendo assim, Copa RallySP, Mitsubishi Cup e Brasileiro Cross Country terão o mesmo regulamento técnico.  Isso significa na prática que cada competidor inscrito em cada uma dessas competições terá seu veículo sempre dentro dos padrões exigidos, sem a necessidade de realizar nenhum tipo de modificação.

Foto:Douglas Fagundes

Também ficou definido que em provas em linha, cada dia terá no mínimo 100 quilômetros de especiais, no total. Caso haja duas especiais no mesmo sentido, cada uma deverá ter no mínimo 60 quilômetros, totalizando 120 quilômetros de trechos cronometrados. Já o comprimento mínimo de cada especial deverá ser de 50 quilômetros, sendo que neste caso a etapa terá um total de três voltas, sendo a última obrigatoriamente no sentido inverso.

As categorias permanecem as mesmas de 2008, divididas em: Protótipo, Super Production, Production-T2, Força Livre e Caminhões. Outra novidade é que para os veículos TR-4 e Mitsubishi L 200 R não será mais necessário o uso de restritor, enquanto para a Mitsubishi L200 RS vale o regulamento técnico da Mitsubishi Cup.