Adrenalina e alta velocidade foram as características do VeloPiocerá 2009

1 de fevereiro de 2009

Foto:Donizete Castilho

Chegou ao fim o principal enduro rali do Brasil, o Piocerá. Neste sábado, 31 de janeiro, competidores de bikes, motos, carros 4×4 para regularidade e o VeloPiocerá – rali de velocidade – atraíram os olhares curiosos da população de Fortaleza, CE. Foram aproximadamente 1.200 quilômetros que começaram a ser percorridos a partir de Teresina, PI, no dia 27 de janeiro. E a aventura foi dura do início ao fim. Que o diga os participantes do VeloPiocerá, que mesmo na última etapa da competição tiveram uma prova tão disputada e complicada quanto às anteriores.

Foto: Doni Castilho

O roteiro decisivo foi percorrido dentro do estado do Ceará, entre os municípios de Forquilha e Tejuçuoca – de lá houve um deslocamento de 144 quilômetros até a capital cearense. Dos 147 quilômetros cronometrados (onde pilotos e navegadores aceleraram pra valer na busca do menor tempo), prevaleceu um estradão seco com muitas pedras. Porém, a chuva novamente deu as caras e a lama foi mais um dos obstáculos.

Novamente algumas equipes não conseguiram terminar a especial, tamanha eram as dificuldades de terreno. Entre os incidentes havia carros com quebras mecânicas e, até mesmo, um veículo incendiado. Por sorte nada aconteceu aos tripulantes. Confirta a Classificação Final do VeloPiocerá 2009.

Production – 1 – Armando Bispo e Robledo Nicoletti – 7h33min45s1/ 2 – Fábio Ruediger e André Venson – 7h45min54s / 3 – José Medeiros Nicolau e Joselito Vieira – 8h7min28s2

Protótipo – 1 – Roberto Correa e Sólon Mendes – 7h30min58s2/ 2 – Riamburgo Ximenes e Stager Elers – 7h33min14s1/ 3 – Cleber Rosa e Eduardo Rebouças – 8h01min28s8

Super Production – 1 – Reinaldo Iglesias e Rogério Silia – 7h06min37s2/ 2 – Regis Mai e Ana Carolina Sena – 7h24min37s8/ 3 – Luciano Lim e Neurivan Calado – 7h26min42s6