Facco e Deusdará vencem a última especial e terminam Velopioceará com missão cumprida

1 de fevereiro de 2009

Foto: Donizetti Castilho

Erosões, trial, curvas, trechos sinuosos, serra, abismos, atoleiros e ainda o forte calor nordestino formaram parte do cenário do Velopiocerá 2009, que chegou ao fim no início da noite de sábado (31) na praia de Cumbuco, no litoral cearense. Após quatro etapas, ou seja, quatro provas diferentes dentro do mesmo rali que teve início na quarta (28) em Teresina no Piauí, os competidores cruzaram a linha de chegada vitoriosos por concluir este desafio.

Luiz Facco e Silvio Deusdará, da equipe Acelera Siriema, foram os mais rápidos da quarta e última especial, considerada uma das mais exaustivas da prova. A dupla concluiu o trecho cronometrado de 148 quilômetros em 2h10m38s entre os municípios de Forquilha e Tejuçuoca. No total foram percorridos 333 quilômetros no dia.

Foto: Donizetti Castilho

“Houve trechos de alta que atingimos 155km/h, mas foi uma especial que trabalhamos bastante com trechos travados, muita pedra solta, lama e ainda entradas escondidas pelo percurso. Mas no geral foi uma etapa muito gostosa e novamente como no primeiro e segundo dias, o conjunto esteve perfeito”, explica Facco.

O resultado promissor do último dia, aliado aos bons resultados da primeira e segunda etapas, não foram suficientes para compensar a penalização de 3h30 sofrida na etapa 3 por não concluírem a especial no tempo previsto, devido a uma peça do carro que os deixou na mão. A dupla manteve nos dois primeiros dias a segunda posição na Super Production e a terceiro lugar na geral e mostrou potencial para brigar pelo título. Ainda assim, finalizaram o Velopiocerá na sexta posição da categoria.

Foto: Donizetti Castilho

Se o incidente tivesse acontecido nos dois primeiros dias, a equipe tinha chances de se recuperar, porque a penalização aumentou somente a partir do terceiro dia de prova, mudando algumas regras. No entanto, isto não abateu a dupla que teve uma avaliação muito satisfatória do desempenho e concluiu o Velopiocerá com missão cumprida.

Facco e Deusdará têm no currículo várias participações no Rally dos Sertões, RN 1500 e demais campeonatos da modalidade na temporada. Por esta razão, elogiaram a trilha e a pista prazerosa e as belas paisagens proporcionadas na prova, mas ressaltam que alguns detalhes podem ser modificados para o Velopiocerá se tornar cada vez melhor, como o fator segurança e uma boa planilha. Desta forma, a prova se consolidará no calendário de Cross Country e atrairá cada vez mais competidores de outros estados e até de outros países.