FOTA e FIA discordam sobre as novas regras para 2010

18 de março de 2009

A Associação de Equipes da Fórmula 1 (FOTA) reagiu com desapontamento e preocupação sobre as novas regras da FIA para a temporada 2010 da F-1. Entre os motivos da discórdia está o limite de 33 mil Eurosno orçamento para o ano que vem e o novo sistema de pontuação desta temporada. “A FOTA gostaria de manifestar toda sua preocupação e desapontamento perante o fato de que as decisões foram tomadas de uma maneira unilateral”, disse Luca di Montezemolo, presidente da FOTA e da Ferrari. O italiano também afirmou que os riscos do novo orçamento vão contra a essência que tornou a categoria tão popular.

Na última terça-feira, o presidente da FIA, Max Mosley, reconheceu que as novas regras foram elaboradas sem se tomar conhecimento das propostas finais da Associação de Equipes “Nós não podemos esperar. Há novos times querendo entrar em 2010 e precisamos começar o trabalho imediatamente”.

A jogada de mestre no esquema de Mosley é que foi oferecido as equipes a possibilidade de manter-se os orçamentos ilimitados com as novas regras se mantendo estáveis até 2012, fazendo parecer que a FOTA se opõe a idéia de uma maior liberdade técnica as times menores.

O Jornal The Times alega que Mosley e Bernie Ecclestone, chefe da F-1, estão usando a iniciativa para dividir a FOTA, enquanto o Financial Times indica que isto significa uma perigosa cisão no esporte.

Fonte: F-1 na Web – Lucas Martins