Equipes ameaçam boicotar GP da Austrália

24 de março de 2009

Ao menos dois chefes de equipe ameaçaram boicotar o primeiro final de semana válido pela temporada 2009 da Fórmula 1. O jornal The Times relatou que Flávio Briatore, da Renault, e Ron Dennis, ex-chefe da McLaren, disseram ao chefe da F-1, Bernie Ecclestone, que não enviariam seus carros para Melbourne, devido ao não pagamento da receita comercial.

O jornal australiano Herald Sun afirmou que a Ferrari também estaria envolvida na ameaça de boicote, só que o motivo seria as mudanças nas regras feitas pela FIA. Todos os carros já estão em Melbourne, mas o promotor da corrida, Ron Walker, admitiu sua preocupação. “A situação é muito séria no momento, mas acredito que o bom senso prevalecerá no domingo”.

Garry Connelly, representante da FIA na Austrália, também desmentiu qualquer possibilidade de boicote. “Esse boicote seria um suicídio para eles. Existem contratos de patrocínios a serem cumpridos”

A ameaça de boicote foi revelada por Ecclestone ainda nesta semana, em reunião com alguns jornalistas ingleses. O motivo seria o não pagamento às equipes que desejam assinar um novo acordo comercial com a categoria. Enquanto todos os carros viajavam para Melbourne acredita-se que os times ainda não tinham sido pagos.

Fonte: F-1 na Web – Lucas Martins