Especial Fórmula 1: Ferrari – Trabalho duro para manter favoritismo

25 de março de 2009

Fonte: F-1 na Web – Marcus Wagner

A atual campeã da disputa de construtores não demonstrou a habitual força nos treinos. Felipe Massa e Kimi Raikkonen não puderam despejar a potência máxima de seus motores, pois a preocupação maior de todos está sendo na confiabilidade. Mesmo assim a equipe sabe se superar e deve ser mais uma vez a protagonista na disputa.

O chefe da equipe Stefano Domenicalli demonstrou preocupação maior com Williams e Brawn nos testes do que com seu próprio time, protestando quanto aos difusores traseiros apresentados por estas equipes

Felipe Massa vem mais forte em 2009, após uma temporada de intenso aprendizado, quando perdeu o título por apenas um ponto, mas obtendo uma vitória a mais que o campeão Lewis Hamilton. O brasileiro conta com o apoio de Michael Schumacher e se sente mais importante dentro da equipe: “Meu papel mudou. Quando você sai de uma temporada positiva, como aconteceu comigo, você se torna um ponto de referência. Hoje eu sou um ponto de referência para o desenvolvimento, para o trabalho diário”

Massa acredita que o carro está bastante competitivo, mas mostrou grande preocupação com o que outras equipes podem mostrar, como a Brawn GP e a Williams, que o impressionaram durante os testes.

Kimi Raikkonen vive em meio a especulações de sua aposentadoria, de falta de motivação, mas segue como um dos favoritos ao título. Em 2008 custou a dar o braço a torcer e ajudar Massa na reta final do campeonato.
Com um título mundial na bagagem, o piloto mostrou força nos testes sempre andando em tempos similares aos de Massa. É um dos mais valorizados em sites de apostas e se achar a motivação ideal, vai dar trabalho.