Especial Fórmula 1: Toyota – Restrições e cobranças só aumentam

25 de março de 2009

Fonte: F-1 na Web – Marcus Wagner

Uma das equipes que mais esbanjou dinheiro na Fórmula e menos obteve resultado nos últimos anos. A Toyota não justificou os investimentos feitos e corre o risco de seguir o rumo de sua concorrente japonesa e abandonar a competição, caso os resultados não apareçam. A equipe ficou satisfeita com os testes e não diagnosticou nenhum problema.

A escuderia está há sete anos na categoria e só conquistou 8 pódios e 2 poles. Em 2008 foi 5° lugar com 51 pontos e, com a crise mundial, os dirigentes afirmaram que esse é o momento para surgirem os resultados esperados, caso contrário a equipe sofrerá sérios cortes orçamentários para 2010.

Jarno Trulli continua sendo o grande nome da equipe e está mais confiante do que nunca em atingir suas ambições. “Certamente espero que possamos alcançar grandes coisas neste ano. Estamos definitivamente otimistas. Tentamos melhorar nosso desempenho ano a ano e acredito termos nos estabelecido como uma boa equipe que melhorou muito.” afirmou o italiano.

O veterano de 35 anos já possui uma vitória no currículo, mas acredita que pode almejar muito mais com o carro deste ano, inclusive confiando muito em seu parceiro para o desenvolvimento conjunto da equipe: “Todos nós trabalhamos juntos na mesma direção”.

Timo Glock ganhou maior destaque pela sua última volta na temporada passada do que pelo desempenho nas corridas. A ultrapassagem que sofreu de Lewis Hamilton, no GP do Brasil, definiu o título a favor do inglês. No campeonato fez 25 pontos e ficou em 10°. Para esta temporada, Glock afirma que será uma decepção caso a equipe não lute por vitórias.