Especial Fórmula 1: Williams – Otimismo comanda a equipe de Grove

25 de março de 2009

Fonte: F-1 na Web – Marcus Wagner

Sete títulos de pilotos e nove de construtores não bastam para fazer da Williams uma equipe temida. Desde a separação da parceria com a BMW a equipe não começa uma temporada tão empolgada como este ano. Os resultados nos testes animaram a todos na escuderia que teve um ano de 2008 muito fraco, na oitava posição.

Patrick Head e Frank Williams optaram por manter o motor Toyota e a dupla de pilotos, entretanto o que mais tem causado frisson nos bastidores é o difusor traseiro dos carros que, aparentemente, é um dos grandes responsáveis pelos bons resultados até aqui.

Nico Rosberg foi sempre um dos mais rápidos nos treinos e tem o desfio de superar seus resultados na temporada passada, quando conseguiu 17 pontos e ficou em 13°. O fato de ser filho do campeão Keke Rosberg torna as cobranças maiores, mas na sua quarta temporada já possui experiência suficiente para lidar com as pressões.

Kazuki Nakajima é o companheiro de Nico e também carrega o fato de ser filho de um piloto, mas no seu caso não precisa fazer muito para ter melhor desempenho que o pai, que foi mais conhecido por formar dupla com Ayrton Senna. O japonês conseguiu no último dia de testes na Espanha superar a marca de Jenson Button e ser o mais rápido dentre todos que treinaram no circuito de Jerez de la Frontera. Em 2008 foi o 15° colocado com nove pontos.