Especial Fórmula 1: BMW-Sauber – Desafio de chegar ao topo

25 de março de 2009

Fonte: F-1 na Web – Marcus Wagner

A BMW-Sauber tem o grande desafio de montar um carro equilibrado dentro das novas regras. A equipe que existe não vai poder lançar mão dos apêndices aerodinâmicos que usou e abusou na última temporada, mas que agora estão proibidos. Desde 2006, quando comprou a Sauber, a BMW vem crescendo e buscando grandes resultados e, segundo o chefe da equipe Mario Thiessen, quer desbancar Ferrari e McLaren.

A dupla de pilotos foi mantida. Robert Kubica é responsável pelos melhores resultados de seu time e chegou a ter chances de brigar pelo título em 2007 e 2008. O gigante polonês é mais um que chega com grandes ambições na temporada.

Kubica não se preocupa e nem gosta da repercussão dos trabalhos realizados na pré-temporada: “Estou realmente ansioso pelo GP da Austrália, pois estou muito feliz de começar o ano de trabalho e acabar com toda a especulação dos testes “, disse o vencedor do GP do Canadá do ano passado.

Nick Heidfeld, de 31 anos, ainda busca sua primeira vitória. O alemão não consegue manter a constância de bons resultados de seu companheiro, no entanto seu otimismo parece não estar abalado: “O que poderemos fazer está amplamente ligado à performance técnica do carro. Mas o objetivo da equipe é entrar de vez na luta pelo título”, afirmou.

Ele terminou o campeonato de 2008 em sexto, com 60 pontos. Robert Kubica foi o quarto, com 75, e a equipe terminou o ano como terceira colocada. “Ainda não sei como estamos em relação a nossos rivais, até porque todos costumam esconder o jogo. Mas os testes que fizemos até agora foram muito positivos” – completou o piloto.