Indy Lights: Rodrigo Barbosa estréia nas ruas de St. Petersburg

31 de março de 2009

As ruas de St. Petesburg (Flórida) recebem neste fim de semana ( 03 a 05/04) a abertura da temporada 2009 da Indy Lights, categoria de acesso à Fórmula Indy, principal competição de monopostos dos EUA. O brasileiro Rodrigo Barbosa se juntou a também brasileira equipe ELFF Racing no novo desafio de sua carreira. “É a minha estréia, estou muito ansioso para o fim de semana, mas espero terminar entre os 10 primeiros nas duas corridas”, afirma o competidor que está em seu terceiro ano na América do Norte. A primeira etapa da única rodada dupla do calendário acontece no sábado (04), às 17h45 e a segunda no domingo (05), às 11h00, horários de Brasília. O principal ponto positivo destacado por Rodrigo para a estréia é o fato de trabalhar com uma equipe brasileira. “Nosso entrosamento está muito bom. Estou me dando super bem com os mecânicos, engenheiros, com todos na equipe”, afirma o piloto da região de Sorocaba, interior de São Paulo. A escuderia é comandada pelo brasileiro radicado nos EUA Edson DeGobbi. “A relação entre todos está realmente ótima, melhorando a cada dia”, afirma o engenheiro que tem experiência na Fórmula Indy e Fórmula Atlantic.

O piloto de 20 anos afirma que esse clima favorável colabora em todos os aspectos. “Além de nos divertirmos fora das pistas, ajuda muito no trabalho diário, principalmente no acerto do carro. Existem palavras e alguns jeitos de falar que não há como traduzir. A boa comunicação é fundamental para saber se estou no caminho certo e acertando o carro corretamente”, conclui. “O progresso é visível e continua. No ritmo esperado, sempre com os pés no chão”, avalia DeGobbi.

 

Apesar de nunca ter andado neste circuito, Rodrigo está otimista após os testes coletivos realizados há duas semanas. “Eles ajudaram muito no acerto do carro. Agora precisamos passar um pente fino para St. Peter, mas estou confiante. Encontramos alguns pequenos detalhes que podem fazer a diferença lá”, conta. DeGobbi também ficou contente com os resultados dos treinos. “A preparação ficou toda dentro do cronograma de trabalho. Terminamos a sessão de testes com o carro nas condições favoráveis ao Rodrigo”, garante.