Hamilton pede desculpas pelo “grande erro” cometido

3 de abril de 2009

Lewis Hamilton, da McLaren, pediu desculpa aos comissários da FIA e aos seus fãs por aquilo que ele mesmo classificou como “grande erro” após o GP da Austrália. O inglês foi desclassificado da corrida em Melbourne, uma vez que foi provado que ele e a equipe forneceram, deliberadamente, informações enganosas sobre o incidente envolvendo o piloto Jarno Trulli. O atual campeão mundial afirmou que Dave Ryan, diretor de esporte da McLaren, o avisou para não mencionar que havia recebido a ordem para deixar Trulli passar. Essa atitude resultou na suspensão de Ryan do time.

Visivelmente emocionado com os acontecimentos, Hamilton convocou uma coletiva de imprensa nesta sexta-feira, para se desculpar sobre o ocorrido. “Após a corrida, fui requisitado pelos comissários, e enquanto eu os esperava, fui instruído pelo meu diretor a segurar informações. E foi isto o que eu fiz”, disse Hamilton.

“Sinceramente, peço desculpas aos comissários por eu ter os feito perderem seu tempo. Estou muito, muito arrependido com a situação”, completou. O piloto foi aplaudido pelos jornalistas presentes e afirmou que somente ele e Ryan agiram no caso.

Fonte: F-1 na Web – Lucas Martins