Stewart critica FIA no caso Lewis Hamilton

10 de abril de 2009

A polêmica da punição de Lewis Hamilton no Grande Prêmio da Austrália tem sido o assunto preferido da imprensa européia nesta semana de descanso da Fórmula 1. Para o ex-piloto Jackie Stewart, toda essa confusão é culpa da atuação pouco profissional dos comissários da FIA.

O escocês, que constantemente critica a FIA e Max Mosley, entende que se o caso tivesse sido analisado com mais cuidado no GP da Austrália, teria evitado problemas destas proporções. Para o tricampeão da categoria, e ex-dono de equipe, se os comissários tivessem ouvido a conversa do rádio de Hamilton teriam evitado a punição dada a Jarno Trulli por uma suposta ultrapassagem ilegal. “No que tudo indica, Charlie Whiting estava mais preocupado com o problema de Sebastien Vettel, que se envolveu no acidente com Robert Kubica”, disse Stewart ao jornal escocês Herald. “É estranho ter uma só pessoa para tomar decisões como estas em um esporte que envolve tanto dinheiro quanto a Fórmula 1”.

O ex-piloto acredita que a McLaren deve sofrer uma pena bastante severa pelo acontecido, ainda mais depois de reconhecer culpa no caso.

Fonte: F-1 na Web – Gabriel Codas