Copa Renault Clio inicia oitava temporada com melhor custo-benefício do Brasil

21 de abril de 2009

No próximo domingo (26), em Interlagos, a Copa Renault Clio inicia sua oitava temporada como uma das principais categorias do carros do tipo Turismo do País. Criada no Brasil em 2002, a categoria foi trazida da Europa, onde possui uma longa história de sucesso. “Atualmente, a Copa Clio é ao mesmo tempo um exemplo de competitividade e, também, a melhor relação custo x benefício do automobilismo nacional”, diz Luciano Kubrusly, presidente de Associação de Pilotos e Equipes da Copa Renault Clio, entidade que detém os direitos da categoria. “Nenhum outro campeonato do Brasil oferece o mesmo pacote pelo orçamento que praticamos: corridas em todo o País, pilotos de alto nível, equipamento seguro e moderno, equipes profissionais, estrutura de marketing completa e evento com o mais alto nível de qualidade praticado no Brasil. Ainda assim, apesar de toda a sofisticação, temos um custo que é uma fração do que cobram as categorias mais caras. Daí o sucesso contínuo da Copa Clio”, detalha Kubrusly.

Em 2009, a categoria passou a integrar o Itaipava GT Brasil, evento que reunirá a Copa Renault Clio com o Itaipava Trofeo Maserati e o Itaipava GT3 Brasil. “Somos categorias complementares, especialmente em termos de custo”, avalia Kubrusly. “A melhor porta de entrada para o Turismo brasileiro é a Copa Clio. A partir dela, os pilotos com um orçamento mais sofisticado podem escolher seu caminho. Mas tudo, da técnica de pilotagem à estratégia de corrida, é refinado aqui, no nosso grid”.  Sem o tricampeão – A temporada 2009 contará com oito corridas. Mas terá a ausência do tri-campeão José Córdova, cujo Clio número 8 fez história nos campeonatos recentes. O paranaense se retirou das pistas para atuar exclusivamente nos bastidores e em 2009 continuará como chefe da equipe W Racing, time de sua propriedade. Cordova será substituído nas pistas pelo piloto Rolf Gemperli, que já competia na Copa Clio.  Fotos:Luca Bassani