Red Bull pode ter motores Mercedes na próxima temporada

22 de abril de 2009

A dobradinha conquistada no GP da China atraiu olhares para o bom desempenho dos carros da Red Bull. Apesar do belo resultado, o chefe da equipe, Christian Horner, revelou que a renovação de contrato com a Renault, para fornecimento de motores à escuderia austríaca, ainda não é certa. O motivo são as negociações acerca de um contrato com a Mercedes. A montadora alemã, no entanto, não poderia equipar mais do que três equipes simultaneamente. Com isso e devido ao acordo entre McLaren e Force India, a Red Bull teria de substituir a Brawn GP como a terceira e última parceira da Mercedes. “É muito cedo para se falar de motores para o próximo ano. Esperamos que a Renault ainda esteja por aí. O motor tem um bom desempenho e, depois de ter sido autorizada a equalização dos ajustes no final do ano passado, penso que é comparável aos outros motores da F-1”, comentou o chefe da Red Bull.

”Provavelmente, a Mercedes ainda tem o motor mais forte, mas acho que a Renault não deve nada às rivais”, admitiu Horner. Entretanto, ele salienta que não há pressa para se fechar um acordo, já que a própria Brawn GP “demonstrou que é possível adaptar o carro a um novo motor nos últimos minutos”.

Fonte: F-1 na Web – Flávio Augusto/Foto:Red Bull Racing