Treinos da Truck têm caminhões de quatro marcas nas quatro primeiras colocações

24 de abril de 2009

As duas sessões de treinos livres que abriram nesta sexta-feira (24) a programação da segunda etapa do Campeonato Brasileiro de Fórmula Truck deixaram evidente o equilíbrio técnico entre as marcas presentes no grid da categoria. Pilotos com caminhões de montadoras distintas preencheram as quatro primeiras posições no resultado geral das atividades no Autódromo Internacional Virgílio Távora, em Eusébio, região da Grande Fortaleza.

No primeiro treino, o mais rápido foi o pernambucano Beto Monteiro, da Iveco. No segundo, o primeiro lugar foi conquistado pelo paulista Felipe Giaffone, da Volkswagen. Os 22 pilotos que foram à pista no traçado de 1.780 da cidade cearense estabeleceram na segunda sessão seus melhores tempos. A Mercedes-Benz apareceu em terceiro lugar com o paranaense Wellington Cirino e a Scania fechou o dia em quarto, com o paulista Roberval Andrade.

Várias das equipes dedicaram o trabalho do dia a testes considerando as adaptações às quais os caminhões foram submetidos por conta das mudanças no regulamento técnico. “Trouxemos o motor do Scania mais para trás, a distribuição de peso mudou. Ainda preciso me adequar ao novo set up”, expôs Andrade, que tem em seu caminhão número 15 as cores e logomarcas de Knorr-Bremse, Frum, Guerra, Scania, BorgWarner, Niju, Tanesfil e Rodafuso.

Terceiro colocado na tabela de classificação do campeonato, Andrade mantém, com base no que verificou nos treinos livres, a expectativa de conquistar um lugar no pódio. “Meu caminhão está bom, bem competitivo. Dá para melhorar, ir um pouco mais para a frente, mas vamos precisar acertar muito. Os outros estão muito rápidos”, diz. Sua melhor volta foi 0s721 mais lenta que a de Giaffone, que atingiu a média horária de 117,043 quilômetros.

Os paranaenses Pedro Muffato, da Scania, e Leandro Totti, da Ford, não participaram dos treinos livres, mas vão disputar a etapa de Eusébio. O argentino Gaston Mazzacane e o paulista Vinicius Ramires, ambos da Mercedes-Benz, não atuam na prova cearense.