Geraldo Piquet vence no Ceará pelo segundo ano seguido

26 de abril de 2009

O piloto de Brasília, Geraldo Piquet (Mercedes-Benz) venceu neste domingo o GP Vipal, segunda etapa do Campeonato Brasileiro de F-Truck no Autódromo Virgílio Távora, em Eusébio, 20 quilômetros de Fortaleza. Piquet venceu de ponta a ponta, formando com seu companheiro de equipe Wellington Cirino, a dobradinha da equipe ABF Mercedes-Benz. Cirino apesar de ser ameaçado Felipe Giaffone e Valmir Benavides da RM Competições Volkswagen se manteve em segundo por toda a corrida. Com uma tocada perfeita, o atual campeão não se deixou ser superado e ainda ajudou seu companheiro a aumentar a distância na liderança da prova. “Eu e o Felipe tentamos ultrapassar o Cirino e até forçamos um pouco nossos caminhões. Quando vimos que não dava, mantivemos nossas posições”, contou Valmir Benavides na coletiva de imprensa.

No menor e mais travado traçado da temporada, a F-Truck teve uma corrida de difíceis ultrapassagens no circuito cearense. No final prevaleceu o favoritismo entre os que melhor andaram nos dias de treinos. Alguns não tiveram tanta sorte. O forte calor e a ondulação exagerada da pista de Eusébio castigaram os equipamentos de pilotos como Roberval Andrade (Scania), Leandro Reis (Scania) e Djalma Fogaça (Ford) que abandonaram por quebra. Leandro Reis, o piloto mais jovem da categoria sofreu também com o desgaste físico precisando ser retirado da cabine do seu Scania quando chegou aos boxes. Os três chegaram a ocupar posições entre os seis primeiros.

Os destaques da prova ficaram entre pilotos que não estavam entre os favoritos, mas conseguiram boas posições em Fortaleza: Fabiano Brito (Volvo) que subiu ao pódio em quinto depois de largar em 13º, Vignaldo Fízio (Mercedes-Benz) em sexto, Fred Marinelli em sétimo na estréia do seu novo caminhão Iveco e João Maistro (Volvo), oitavo colocado, depois de ter ficado entre os mais rápidos nos dias de treinos.

Mesmo com disputas em toda a pista, apenas dois acidentes aconteceram na prova de Fortaleza. Na 19ª volta, uma mancha de óleo deixada pelo motor do Volvo de Danilo Dirani ocasionou um festival de derrapagens no final da reta: o próprio Dirani, Beto Monteiro (Iveco), Diumar Bueno (Volvo) e Vignaldo Fízio (Mercedes-Benz) saíram para a brita na mesma volta. Três voltas depois foi a vez de Djalma Fogaça e Urubatan Helou, a dupla da Ford Racing Truck, também derrapar na mesma mancha. Na 29ª volta, Pedro Muffato e José Cangueiro se envolveram em uma batida com Muffato indo parar na brita, mas logo retornando à corrida.

Os nove abandonos da prova começaram logo na primeira volta com Regis Boéssio ficando na largada e Débora Rodrigues dando apenas uma volta. Os dois tiveram problemas mecânicos. Na seqüência foram abandonando: Leandro Totti, Diumar Bueno, Danilo Dirani, Beto Monteiro, Eggon Allgauer, Urubatan Helou Jr., Roberval Andrade e Adilson Cajuru.  A próxima etapa está marcada para o dia 17 de maio em Caruaru, Pernambuco.

Od 10 primeiro colocados da prova após 50 voltas: 1 Geraldo Piquet, DF (Mercedes-Benz); 2 Wellington Cirino, PR (Mercedes-Benz); 3 Valmir Benavides, SP (Volkswagen); 4 Felipe Giaffone, SP (Volkswagen); 5 Fabiano Brito, PR (Volvo); 6 Vignaldo Fizio, SP (Mercedes-Benz); 7 Fred Marinelli, SP (Iveco); 8 João Maistro, PR (Volvo); 9  José Cangueiro, SP (Mercedes-Benz); 10 Pedro Muffato, PR (Scania).

Classificação do campeonato após 2 etapas (10 primeiros): 1 Felipe Giaffone, 47 pontos; 2 G raldo Piquet, 41pts.; 3 Valmir Benavides, 36 pts.; 4 Renato Martins e Wellington Cirino 26 pts.; 6 Roberval Andrade, 21 pts.; 7 Vignaldo Fizio, 17 pts.; 8 Djalma Fogaça, 13 pts.; 9 José Cangueiro e Fabiano brito, 12 pts.

Fotos: Orlei Silva