Chuva inibe participação dos pilotos no segundo treino livre

2 de maio de 2009

A chuva deu o tom à abertura da segunda etapa da Copa Vicar Stock Car, nesta sexta-feira (1º). Depois de uma sessão de treinos livres realizada com asfalto seco no Autódromo Internacional Nelson Piquet, em Brasília, poucos dos 29 participantes conseguiram melhorar seus tempos no treino final. Diante da chuva forte, poucos tentaram. Assim, o paulista André Bragantini Júnior fechou o dia com a volta mais rápida, em 1min02s258, com média de 168,787 km/h.

Líder do campeonato, o paranaense Diogo Pachenki (foto) ficou em sexto lugar, a 0s438 de Bragantini. A exemplo de outros 26 participantes, com o tempo que fez na sessão inicial. “Meu carro não estava legal no primeiro treino. No segundo, nós fomos para a pista e a chuva veio. Preferi não arriscar nada naquelas condições. Mesmo assim, com menos de duas voltas no segundo treino, pude perceber que o carro estava bem melhor”, resumiu o piloto da ALM Pachenki Motorsport.

A meteorologia aponta a alta probabilidade de chuva no fim de semana brasiliense. Segundo a página do instituto Climatempo na internet, tanto o sábado (2) quanto o domingo (3) terão manhãs de céu encoberto com pancadas de chuva no período da tarde. “A chuva pode aumentar bastante o trabalho, mas a mudança atinge todos os pilotos. Não há motivo para preocupação”, diz Pachenki, que tem no carro número 8 as cores e logomarcas de Marisol e One Store. Foto:Vanderley Soares.