ProMacchina Rally mantém-se na liderança do RN1500 com o segundo dia de prova cancelado

2 de maio de 2009

Os organizadores bem que tentaram, mas todo o esforço empenhando não foi suficiente para que o segundo dia do maior rali do Nordeste pudesse transcorrer normalmente. Na noite de ontem, no brieffing a prova, pilotos e navegadores foram informados que, devido as chuvas dos últimos dias, em função da grande quantidade de água no trecho cronometrado de hoje a especial seria reduzida dos seus 150 quilômetros iniciais, para apenas 49. Porém, na manhã de hoje, os competidores foram chamados para um novo brieffing antes da largada, no qual anunciaram oficialmente cancelamento da etapa de hoje.

Desde cedo, as equipes técnicas que vistoriam as condições das trilhas por onde a prova passará informavam que havia um rio com volume de água muito acima do normal, tornando-se impossível sua travessia. Mesmo assim, os organizadores conseguiriam reposicionar a largada e fazer com que um trecho menor pudesse ser válido, até que foram informados que receberam a informação de que uma ponte havia caído na manhã de hoje, impedindo o acesso à cidade seguinte por meio das trilhas.

“Para nós foi péssimo isso ter acontecido porque entraríamos na trilha hoje para recuperar o prejuízo de ontem. Acreditamos que ainda teremos os dois dias seguintes de prova, porém, no meu caso meu objetivo passa a ser voltar a liderança do brasileiro ainda no RN1500”, comentou Riamburgo Ximenes (foto acima), que ontem teve seu pneu dianteiro esquerdo furado e problemas com o macaco hidráulico que o fizeram perder preciosos 13 minutos.

Para a ProMacchina Rally mesmo com o cancelamento do dia, o resultado de ontem garante hoje a liderança de Maurício Neves/ Leandro Ferrarini  (foto) em primeiro na classificação geral, com Felipe Bibas/ Emerson Cavassim mantendo-se em terceiro. Resultado que favorece o time. Para amanhã, a expectativa as três duplas da ProMacchina é que o dia possa acontecer normalmente.

Todo o comboi do Rally RN1500 deslocou-se por asfalto e cumpriu o trajeto entre as cidades de Currais Novos e Assu, RN. No brieffing desta noite, os organizadores mostraram fotos e vídeos dos trechos cancelados completamente invadidos pela água. Foi divulgado ainda que 20 municípios do Rio Grande do Norte declararam estado de calamidade pública em virtude das fortes chuvas dos últimos dias. Fotos:  Leizerr/ Webventure e David Santos Jr/ Webventure