Stock Car:Khodair vence etapa de Brasília

3 de maio de 2009

A primeira vitória a gente nunca esquece. Ainda mais quando ela acontece como consequência de uma pole position também inédita e do domínio de ponta a ponta. Assim foi a conquista de Allam Khodair na terceira etapa da Copa Nextel Stock Car, realizada na manhã deste domingo, no Autódromo Internacional Nelson Piquet, em Brasília. O piloto da Full Time Sports (Peugeot) completou as 46 voltas no circuito brasiliense com o tempo de 49min05seg, dois segundos à frente de Antônio Jorge Neto da Itaipava Racing Team (Peugeot), 49min08seg050. Átila Abreu, da AMG Motorsport (Chevrolet), terminou na terceira posição, 49min09seg562.

Com os resultados de Brasília, Valdeno Brito, da RCM Motorsport (Peugeot), segue na liderança geral da Copa Nextel Stock Car, agora com 39 pontos. Em segundo aparece Khodair, com 36, enquanto Paulo Salustiano, da Vogel Motorsport (Chevrolet), ocupa a terceira colocação, com 32. A próxima corrida será em Santa Cruz do Sul, no Rio Grande do Sul, no dia 17 de maio.

Terceira etapa, terceiro pódio diferente. A prova de Brasília mostrou que 2009 será o ano da igualdade de condições na principal categoria do automobilismo nacional, fruto da chegada do novo carro à categoria. Quem saiu ganhando foi o bom público presente ao autódromo, estimado em 39 mil pessoas, que pode acompanhar o show de pilotos e equipes da Copa Nextel Stock Car.

No Distrito Federal, quem brilhou foi Allan Khodair, o melhor desde os treinos de sábado. Na corrida deste domingo, ele manteve a ponta depois da largada e, mesmo com as paradas de reabastecimento e troca de pneus, seguiu na frente. No final, a entrada do Safety Car em razão da batida de Betinho Gresse, da Hot Car Competições (Chevrolet), deu um pouco mais de emoção, mas não tirou a primeira vitória do piloto em quatro temporadas na Stock Car.

“Foi maravilhoso. Essa sensação é incrível e percebi que vicia, pois você quer mais”, declarou o vencedor. “O carro esteve perfeito e fiz uma prova muito confiante. Só no final, com o Safety Car, tomei um susto, mas consegui manter o ritmo. Minha equipe está de parabéns pelo trabalho, pois me deu um carro muito bom para chegar à vitória. Agora, é continuar batalhando para conseguir brigar pelo título”, completou Khodair, de 27 anos.

Antônio Jorge Neto, segundo colocado, também ressaltou o resultado obtido e a evolução de sue carro. “Foi muito mais do que esperava. Os problemas enfrentados nas duas primeiras provas me deixaram um pouco inseguro e cheguei aqui angustiado. Aos poucos, entretanto, as coisas foram melhorando e, durante a corrida, esteve quase perfeito”, explicou Neto, nono colocado na classificação geral. Átila Abreu também chegou desmotivado para a etapa, especialmente após o resultado ruim em Curitiba, quando não completou a prova. Mas, sem dúvida, saiu feliz com a recuperação. “Foi uma grande recuperação depois daquele balde de água frio. Voltamos à briga e tem muita coisa para rolar ainda”, declarou o piloto, décimo colocado na classificação geral e que conseguiu seu segundo pódio (terceiro em Campo Grande/MS no ano passado).

Os mais bem colocados após três provas são os seguintes: 1) Valdeno Brito, 39 pontos; 2) Allam Khodair, 36; 3) Paulo Salustiano, 32; 4) Ricardo Maurício, 31; 5) Antonio Pizzonia, 30; 6) Max Wilson, 28; 7) Thiago Camilo, 27; 8) Cacá Bueno e Antonio Jorge Neto, 26; 10) Átila Abreu, 25; 11) Daniel Serra, 20; 12) Marcos Gomes,19; 13) Nonô Figueiredo, 16; 14) Xandinho Negrão e David Muffato, 14.