Copa Vicar: Acidentes na largada e vitória de Tiahp Gonçalves

4 de maio de 2009

A segunda etapa da Copa Vicar,  realizada na tarde deste domingo, no Autódromo Internacional Nelson Piquet, em Brasília,  foi marcada por uma largada com inúmeros acidentes. Assim como na Stock os carros iniciam a competição em “largada lançada” onde os carros têm de respeitar suas posições até a autorização da direção da prova, mas o que se viu foram batidas que poderiam ser evitadas. Os acidentes envolveram vários pilotos, entre eles Cássio Homem de Mello e Renato Russo que rocou em Pedro Boesel. Renato foi apontado por vários pilotos como o responsável pela confusão que tirou  cinco carros da prova. 

Tiago Gonçalves, da DMC Motorsport (Peugeot), foi o grande vencedor. Ele completou as 35 voltas em 40min46seg092, com média de 1min02seg837. Na segunda colocação ficou Juliano Moro, da Nascar Motorsport (Chevrolet), com 40min46seg864, e completando o pódio, Rafael Daniel, da FTS Competições (Peugeot) em 3º, 40min49seg906. A terceira etapa da divisão de acesso da Copa Nextel Stock Car será no dia 17 de maio, em Santa Cruz do Sul (RS).

Mais uma vez, a Copa Vicar mostrou que é uma das divisões mais competitivas da Stock Car. A ansiedade pela vitória e, principalmente, pelos importantes pontos que determinarão as equipes que estarão na divisão principal no próximo ano, fazem com que as brigas por posições sejam mais acirradas. 

Três voltas depois da relargada, Tiago Gonçalves conseguiu assumir a ponta deixando para trás o pole André Bragantini. A partir daí, o piloto passou a administrar a vantagem para chegar à frente. Vitorioso pela primeira vez, Tiago Gonçalves ressaltou a competitividade da prova. “Foi uma corrida muito dura e, depois de ultrapassar André Bragantini Jr, FTS Competições (Peugeot), na relargada, mantive meu foco na liderança e me preocupei em poupar os pneus para chegar ao final”, destacou o campeão.

Mesmo fora do pódio, com a quinta colocação, o paranaense Diogo Pachenki, ALM Pachenki Motorsport (Chevrolet), segue na liderança. Ele soma 37 pontos, um a mais que o segundo colocado, Rafael Daniel. Felipe Lapenna, da Full Time Júnior (Peugeot) é o terceiro colocado, com 28. Fotos:Fernanda Freixosa.