Mais líder do que nunca: Button supera Barrichello e vence GP da Espanha

10 de maio de 2009

No dia em que os fãs brasileiros estiveram perto de comemorar a 100ª vitória do país na F-1, Jenson Button é quem faturou o GP da Espanha. Depois de um longo (e muito rápido) segundo trecho de prova, o inglês superou Rubens Barrichello nos boxes e liderou até o final. Seu companheiro de Brawn GP foi o segundo colocado, enquanto Mark Webber completou o pódio. Com o resultado, Button solidifica ainda mais o seu domínio na atual temporada: em cinco corridas, esta é a quarta vitória do piloto. Agora, ele acumula 41 pontos, contra 27 de Barrichello, segundo colocado no campeonato.

A corrida

Uma ótima largada para os brasileiros: assim foi o início do GP da Espanha. Rubens Barrichello, da Brawn GP, que saiu em terceiro, tomou o lado de fora do traçado e deixou Sebastian Vettel, da Red Bull, para trás. Antes da primeira curva, o brasileiro ainda teve tempo de ultrapassar o pole position Jenson Button.

Felipe Massa  (foto), quarto no grid, seguiu a balada de Barrichello: o piloto da Ferrari pisou fundo e tomou o terceiro lugar do alemão da Red Bull. Mais atrás no grid, entretanto, a briga por posições terminou em acidente. Jarno Trulli acabou rodando e foi atingido por Adrian Sutil.

Além do italiano da Toyota e do alemão da Force India, os dois pilotos da Toro Rosso, Sebastien Buemi e Sebastien Bourdais, tocaram-se no meio da confusão e também tiveram que abandonar a prova. Com isso, o Safety Car foi acionado e permaneceu na pista até a quinta volta. Na relargada, o grid não teve alterações. Barrichello era o líder, seguido por Button, Massa e Vettel. Com a estratégia de três paradas, o brasileiro da Brawn aproveitou bem a pista livre: volta atrás de volta, o piloto aumentava a vantagem para os rivais.

No entanto, após o segundo pitstop, o brasileiro não conseguiu manter o ritmo forte e viu Button, provisoriamente na liderança, abrir muitos segundos de vantagem. Em sua segunda e última parada, o inglês conseguiu recuperar de forma definitiva o primeiro lugar.

Já Felipe Massa e Sebastien Vettel seguiram até o final com o duelo iniciado ainda na largada. Contudo, a Ferrari tornou a errar na estratégia do brasileiro e colocou menos combustível do que o necessário para completar prova. Como resultado, o piloto teve de tirar o pé e entregar a posição, gratuitamente, a Sebastien Vettel.

No final, Massa também foi ultrapassado por Fernando Alonso, para o qual possuía 16 segundos de vantagem até diminuir o ritmo. Mesmo assim, o brasileiro conseguiu terminar o Grande Prêmio e marcar seus primeiros pontos na temporada.

A surpresa ficou por conta de Mark Webber (foto), que, inesperadamente, surgiu na terceira colocação, depois de ultrapassar Vettel e Massa nos boxes. O australiano ainda tentou pressionar Barrichello, mas o brasileiro manteve o segundo lugar.

Jenson Button, contudo, não foi incomodado por ninguém. Com a boa vantagem construída, o inglês completou o último setor da prova de forma tranquila e venceu o GP da Espanha a mais de 13 segundos de Rubens Barrichello. De cinco corridas na temporada, quatro pertencem a Button: domínio absoluto do inglês, mais líder do que nunca. Confira o grid final do GP da Espaha:

1. Jenson Button (Brawn GP) 1h37:19.202
2. Rubens Barrichello (Brawn GP) + 13.056
3. Mark Webber (Red Bull) + 13.924
4. Sebastien Vettel (Red Bull) + 18.941
5. Fernando Alonso (Renault) + 43.166
6. Felipe Massa (Ferrari) + 50.827
7. Nick Heidfeld (BMW-Sauber) + 52.312
8. Nico Rosberg (Williams) + 1:05.211
9. Lewis Hamilton (McLaren) + 1 volta
10. Timo Glock (Toyota) + 1 volta
11. Robert Kubica (BMW-Sauber) + 1 volta
12. Nelsinho Piquet (Renault) + 1 volta
13. Kazuki Nakajima (Williams) + 1 volta
14. Giancarlo Fisichella (Force India) + 1 volta

Abandonos: Kimi Raikkonen (Ferrari) volta 18/ Heikki Kovalainen (McLaren) volta 8/ Jarno Trulli (Toyota) volta 1/ Sebastien Buemi (Toro Rosso) volta 1/ Sebastien Bourdais (Toro Rosso) volta 1
Adrian Sutil (Force India) volta 1.

Fonte: F-1 na Web – Flávio Augusto/Fotos:Brawn GP/Ferrari/Red Bull Racing.