Após o GP da Espanha, Rubinho ameaçou deixar a Brawn GP

11 de maio de 2009

O piloto brasileiro Rubens Barrichello ameaçou abandonar a equipe Brawn, caso ele esteja novamente sendo desfavorecido como piloto. Após a corrida em Barcelona, Rubinho negou se quer uma comparação entre o atual momento e a situação vivida com Michael Schumacher na Ferrari. No entanto, Barrichello claramente suspeitou de que a mudança de estratégia durante a corrida tenha o penalizado, enquanto seu companheiro de equipe, Jenson Button, tenha se favorecido para aumentar ainda mais a liderança no campeonato. “Se eu tivesse a mais leve impressão que o estava favorecendo o Jenson, eu me aposentaria amanha”, disse Rubinho.

“Eu preciso saber o que aconteceu. Tenho certeza de que tudo está bem”, concluiu. Os chefes da escuderia, Ross Brawn e Nick Fry, negaram que Button tenha sido privilegiado. “Não, com certeza não. Espero que Rubens não esteja pensando isto, pois nós não o estamos fazendo”, disse Brawn.

Fonte: F-1 na Web – Lucas Martins