Fórmula Um: Cinco vitórias em seis corridas, ninguém segura Jenson Button

24 de maio de 2009

O Grande Prêmio de Mônaco, o mais glamuroso e festivo do calendário da Fórmula Um, costuma ser dos que tem o menor número de ultrapassagens na pista, por isso, largar na frente significa um boa vantagem para qualquer piloto. E foi pensando assim que Rubens Barrichello, terceiro colocado no grid, forçou passagem em cima do segundo colocado, o finlandês Kimi Raikonen, tomando seu posto e colando no  companheiro de equipe, o britânico Jenson Button então líder da prova.

Felipe Massa lutou com Sebastian Vettel pela quarta colocação durante as primeiras voltas da corrida. Como a pista não é complacente com erros, Massa acabou perdendo sua posição para Nico Rosberg ao ter de permitir a passagem de Vettel, a quem ultrapassara após não ter contornado a gincane. Duas voltas depois Vettel acabousendo superado por Nico e Massa por conta de problemas no seu carro.

Na décima volta o terceiro brasileiro no Grande Prêmio sofreu um toque desastroso na traseira de seu Renault provocado pela STR de Sebastien Buemi. Nelsinho foi, literalmente, atropelado por Buemi quando fazia a curva Sain’t Devote, tendo que abandonar a corrida.

Barrichello repetiu a colocação do Grande Prêmio anterior e chegou em segundo lugar, tendo à frente Jenson Button o vencedor da prova. O inglês não precisou se esforçar muito para garantir sua quinta vitória em seis etapas do Campeonato Mundial de Fórmula Um, permanecendo na liderança da classificação do Mundial de pilotos, seguido por Barrichello.

Felipe Massa fez uma boa corrida, marcou a melhor volta  e chegou na quarta colocação, atrás de seu companheiro Kimi Raikkonen. Confira o resultado final do Grande Prêmio de Mônaco: 
1  Jenson Button
2  Rubens Barrichello
3  Kimi Räikkönen
4  Felipe Massa
5  Mark Webber
6  Nico Rosberg
7  Fernando Alonso
8  Sebastien Bourdais
9  Giancarlo Fisichella
10 Timo Glock
11 Nick Heidfeld
12 Lewis Hamilton
13 Jarno Trulli
14 Adrian Sutil
15 Kazuki Nakajima
Abandonos : Heikki Kovalainen; Robert Kubica; Sebastian Vettel; Nelsinho Piquet; Sebastien Buemi STR-Ferrari.