Pedrinho Barbosa brilha na abertura da Gran Turismo

24 de maio de 2009

A Primeira bateria do Campeonato Cearense de Gran Turismo, a mais nova categoria do automobilismo do estado, foi realizada neste domingo (24), no autódromo Virgílio Távora, no Eusébio (CE), sob o sol do meio-dia. Na pista 15 carros das divisões Protótipo, CTM, Turismo 2.0 e Turismo 1.6 formavam o grid de largada. Na Pole estava o piloto Pedro Barbosa, da Proton Racing Team, com o protótipo JB número 22.

Autorizada a largada Pedro manteve a ponta e desde então começou a abrir vantagem sobre os demais adversários. Na segunda posição o CTM número 9 pilotado por Franco Mendonça rodou na saída da Curva Dirce, mas conseguiu manobrar e voltar para a corrida que abandonaria após a quebra do câmbio.

No pelotão intermediário os carros da Turismo se revezavam nas posições o que animou o público presente ao autódromo. “Estou gostando da corrida, é bem legal ver carros diferentes brigando na pista”, afirmou o comerciante Jairo Camelo Souza.

Aos poucos a corrida se desenhava em favor de Pedro Barbosa, que não teve muito trabalho para ultrapassar os 14 carros na pista, concluindo a primeira etapa no lugar mais alto do pódio com uma volta de vantagem sobre o segundo colocado. “Fiz uma corrida bastante segura. O carro estava muito acertado e assim pude aproveitar todo o potencial do motor. A cada volta me empolgava mais ainda e vinha buscando volta a volta baixar o tempo”, disse o piloto ao sair do carro e ser festejado pela sua equipe.

Na segunda bateria a superioridade do conjunto piloto/carro levou o Protótipo JB, da Proton Racing Team, a segunda vitória do dia repetindo o feito da primeira, que foi o de dar uma volta sobre o piloto Duda Bala, o segundo colocado. Assim Pedrinho, como é chamado, assegurou a primeira colocação na Abertura da Gran Turismo. “Para a primeira etapa foi um resultado maravilhoso, mas espero o comparecimento de outros carros a fim de aumentar a disputa, o que é melhor para o público e para a categoria. Estou feliz, agora é pensar na próxima etapa”, disse.

Fora a vitória folgada de Pedrinho, outro piloto merece destaque pelo domínio imposto em sua categoria. Alexandre Gualberto levou seu Gol número 69 da Turismo 1.6 a duas vitórias seguidas. “Essa vitória é resultado do esforço da equipe em aprontar o carro. Foi cansativa e tive que me preocupar com o assédio de outros pilotos, como o João Quevedo Filho. Para a próxima etapa ainda estarei com esse carro, mas a partir da terceira etapa vou mudar para os CTM”, concluiu Gualberto.

O piloto Quevedo Filho, também da Turismo 1.6, mostrou muita habilidade. Durante toda a prova pilotou mais do que seu carro. Disputou curvas e mostrou merecer um equipamento superior. Pela Turismo 2.0 Duda Bala repetiu o feito de Gualberto e Pedrinho vencendo as duas baterias.

No final da corrida, após a entrega dos troféus, foi realizada uma homenagem ao ex-piloto e um dos fundadores do autódromo, João Quevedo. Para o presidente do CCA (Clube de Competições Automobilísticas) Célio Freire ressaltou o trabalho de Quevedo para o desenvolvimento do automobilismo cearense. “João foi um piloto que se dedicou muito na construção desse autódromo. Ele sempre foi um piloto muito arrojado e uma pessoa conciliadora que sabia a hora de conciliar e a hora de lutar pelo automobilismo cearense”, concluiu o dirigente. Fotos:Robério Lessa e Daniel Minerva.