FIA acusa FOTA de estar tentando controlar as regras da F-1

17 de junho de 2009

A FIA classificou como inaceitável as atitudes da Associação de Equipes da Fórmula 1 (FOTA), no intuito de mudar as regras já estabelecidas para a temporada 2010. Para a organização que administra a categoria, as equipes estão na verdade interessadas nos direitos comercias do esporte. Com as tensões crescendo junto às principais figuras da F-1, a FIA emitiu um longo comunicado a imprensa nesta terça-feira, no qual explica sua posição. No anúncio ela garante que os esforços para tornar o esporte em um dos mais populares do mundo não serão desperdiçados pelo desejo dos times.

“Em função do sucesso do campeonato organizado pela FIA, a FOTA, composta por times que entram e saem (da competição) de acordo com seus interesses, fixou dois objetivos claros: Retomar o regulamento da F-1 e apropriar-se dos direitos comerciais. Este são objetivos que a FIA não pode aceitar”, afirmava o comunicado. Além disso, a FIA explicou porque o limite no orçamento das equipes é o melhor caminho para a categoria. “Se nós queremos ver tecnologias inovadoras na Fórmula 1 a única maneira é limitar os gastos e dar aos engenheiros a liberdade para eles trabalharem dentro de um orçamento delimitado”.

“Isto é exatamente o que acontece no mundo real e este é o único caminho para a Fórmula 1. Sem inovações técnicas, a F-1 irá morrer. Sem medidas de redução de custos a F-1 irá perder as equipes. Isto é o porque da FIA insistir na redução de gastos como parte do regulamento”, concluiu. FIA acusa FOTA de estar tentando controlar as regras da F-1. Fonte: F-1 na Web – Lucas Martins