Ralloy dos Sertões:Equipe Volkswagen domina primeira etapa

24 de junho de 2009

A caravana da 17ª edição do Rally Internacional dos Sertões, formada por 1.700 pessoas, está na estrada. Na manhã desta quarta-feira (24), os 123 veículos inscritos disputaram a primeira etapa da competição, de Goiânia (GO) a Santa Helena (GO). O destaque do dia ficou por conta do Race Touareg 2, do catarense Nasser Al-Attiyah (piloto) e alemão Timo Gottschalk (navegador), que está na liderança (foto).

Nesta quarta, além dos 256 quilômetros do trecho especial, aconteceu mais um super prime, prova em circuito fechado que serviu apenas como um show para o bom público presente na cidade de Santa Helena e que não somou tempo na disputa da etapa. Primeiro competidor a chegar na cidade, Zé Hélio, pilotando uma Honda CRF 450X (foto), foi o melhor entre as motos, com 2h59min50s8. Campeão do Rally dos Sertões em 2008, o piloto superou uma queda e alguns desvios de animais para fechar o dia na frente.

“Me diverti muito, tomei um tombinho, mas nada de grave, e tive alguns empecilhos por ser o primeiro na trilha. Tinha também muito animais no roteiro, tive que espantar muitas vacas, o que atrapalhou um pouco”, disse Zé Hélio.

Quarenta minutos depois, Cristiano Souza Batista chegou na primeira colocação entre os quadriciclos. O piloto, que já havia sido o melhor no super prime de Goiânia (GO), realizado na noite anterior, fechou o dia com 3h39min59s6. “A especial foi muito boa e é um ótimo começo de rally. Agora é pensar nas outras nove etapas. No final do trecho, pegamos uns 30 quilômetros de reta e isso não é bom para o quadri em relação às motos, mas cheguei perto dos meninos, como o Zé Hélio”, comentou Cristiano.

Favorita ao título entre os carros, a Volkswagen não decepcionou nesta quarta e ficou com as três primeiras colocações. O Race Touareg 2 do catarense Nasser Al-Attiyah e do alemão Timo Gottschalk foi o melhor do dia. Destaque ainda para o acidente que envolveu a dupla no super prime felizmente sem conseqüências. Com o equipamento reparado para quinta-feira (25), eles seguem normalmente na maior aventura brasileira.

“Foi uma boa experiência em uma condição não muito fácil, pois largamos em 10º. Foi um bom resultado e espero vencer este rally, pois eu queria participar do Rally do Sertões há três anos e não tinha condições de vir. Espero que o bom resultado se repita nas nove etapas que faltam”, disse Nasser, que completou a especial em 2h30min28s1 e lidera a competição.

Na segunda colocação, chegaram os brasileiros Maurício Neves e Eduardo Bampi. O terceiro Race Touareg 2 do dia, dos espanhóis Carlos Sainz e Lucas Senra, saiu do trecho por cerca de seis quilômetros por conta de um erro do navegador e perdeu um precioso tempo.

Fechando a galeria dos melhores da primeira etapa da 17ª edição do Rally dos Sertões, o trio formado por Edu Piano, Davi Fonseca e Sólon Mendes, em um Ford F4000, foi o destaque entre os caminhões com 3h14min02s5.

“Foi importante a estratégia que nós fizemos para essa etapa. Quando divulgaram a competição em São Paulo, soubemos que essa etapa seria muito dura, com muitas lombas. Modificamos a preparação, com mudanças na suspensão, que se mostrou eficiente. O caminhão ficou muito bom e é sempre bom começar ganhando”, falou Edu Piano.

Nesta quinta-feira, a segunda etapa acontecerá entre Santa Helena e Cidade de Goiás, ainda dentro do Estado goiano. A largada da especial acontece a partir das 08h00. Piloto de moto, Marcos Finato, com uma fratura de tornozelo esquerdo está fora do rally. Na referência 147, o competidor foi em frente quando deveria entrar à direita, e caiu em um buraco de quatro metros. Também de moto, Paulo Ancona cometeu o mesmo erro e teve uma costela quebrada. Ele foi desaconselhado pela equipe médica a seguir na prova. Fotos:Murilo Mattos/Foto Arena.