Igor Veras volta ao kart em busca do prêmio de R$ 100 mil da Seletiva

25 de junho de 2009

Até o quinto lugar conquistado por Gabriel Navarrete na final do ano passado, nenhum piloto goiano havia chegado tão perto de conquistar o prêmio oferecido ao campeão da Seletiva de Kart Petrobras, que será de R$ 100 mil em 2009. Não parece ter sido um fato isolado. O bom momento do kartismo local pode permitir que, pela primeira vez na história, Goiás tenha mais de um representante na decisão do evento, que reúne anualmente os doze melhores kartistas do Brasil.

Tudo depende do que acontecer neste fim de semana, no Kartódromo Ricardo Santos, em Goiânia, que receberá a terceira das seis etapas classificatórias da Seletiva de Kart Petrobras nos próximos sábado (27) e domingo (28). Serão duas corridas, divididas nos dois dias, e os vencedores de cada uma delas estarão automaticamente classificados para a final. Apesar da participação de pilotos de fora de Goiás, é inegável o favoritismo local. E se mais um goiano garantir vaga se juntará ao já finalista Gabriel Navarrete.

Uma possibilidade bastante concreta. Não só em função dos garotos que competem regularmente na região e podem levar vantagem pela experiência no circuito, mas pela confirmação da participação especial de uma das principais promessas do automobilismo goiano, o piloto da Fórmula 3 Sul-Americana, Igor Veras. Ele voltará ao kart especialmente para disputar um dos lugares disponíveis na final da Seletiva de Kart Petrobras – que já teve o nome dele entre os finalistas uma vez, em 2007. Mesmo com a vantagem de conhecer cada pedacinho do circuito, ele não espera vida fácil na etapa classificatória. “Vou correr praticamente no ‘quintal de casa’, mas as duas corridas serão disputadas com motores sorteados, vou precisar trabalhar bastante para evitar qualquer surpresa. Principalmente porque esta pode ser minha maior chance de voltar à final da Seletiva de Kart Petrobras”, acrescenta. Até o momento, os classificados são Eduardo Banzoli, Gabriel Navarrete, Leonardo Cordeiro, Claudio Cantelli e Pietro Fantin. Fotos:Fabio Oliveira.