Copa Renault Clio incentiva participação de novatos no automobilismo

26 de junho de 2009

Considerada uma das categorias mais democráticas do automobilismo brasileiro no que diz respeito à participação de pilotos novatos e veteranos, a Copa Renault Clio dará a partir da etapa deste final de semana, em Interlagos, dois novos incentivos à presença de jovens talentos no grid. Nas oito últimas corridas da temporada, os pilotos que optarem por estrear no automobilismo pela Copa Renault Clio, ou que tenham pouca experiência na modalidade, terão isenção de parte das taxas cobradas pela associação de pilotos da categoria, e não precisarão comprar pneus novos para o final de semana.

A nova regulamentação permite uma economia de até R$ 3.500,00 por corrida, dependendo do pacote técnico oferecido por cada uma das equipes, e da opção dos pilotos por usar, ou não, pneus novos. O regulamento para os pilotos já experientes prevê a compra de dois a seis pneus novos por final de semana. “Esse incentivo torna a Copa Renault Clio uma categoria ainda mais interessante sob o ponto de vista de custo-benefício para os pilotos novatos, e reforça a vocação do evento em formar novos talentos”, disse Marcelo Marques, chefe da equipe M2 Competições.

Em virtude de sua ligação com o Centro de Pilotagem Roberto Manzini, Marcelo foi um dos responsáveis pela estréia de diversos pilotos no automobilismo, entre eles Luiz Tizano e Fernando Schlickmann na Copa Renault Clio. Neste ano, ele terá novamente um novato sob seu comando, o carioca Valter Pinheiro, que completará a equipe junto com Cesari Marucci e Rodolpho Pousa. “Gosto da experiência de ter pilotos em diferentes estágios de carreira correndo na equipe”, disse Marcelo. “O Rodolpho é o mais experiente do nosso trio. O Cesare voltou às pistas no ano passado depois de um longo período de ausência, e agora temos a chegada do Valter. Ele fez duas corridas no Campeonato Paulista e mostrou muito talento. É um piloto rápido e competitivo, que dentro de algumas provas deve brigar no pelotão da frente”, encerrou. Foto:Fernanda Freixosa