Vitória da Ford Racing Trucks no segundo dia do Rally dos Sertões

26 de junho de 2009

No segundo dia da 17ª edição do Rally Internacional dos Sertões, o trio formando por Edu Piano/Solon Mendes/Davi Fonseca venceu mais uma etapa. A Equipe Ford Racing Trucks levou 3h35m54s para completar a dura especial e fez o melhor tempo entre os Caminhões, mantendo a liderança na categoria e com cerca de oito minutos de vantagem com os segundo colocado.  Piano com a bagagem de 14 anos de Rally dos Sertões afirma que a etapa foi bem severa com os competidores e equipamento. “O dia foi bem duro, quebradeira total, com erosões, saltos e lombas, subidas e descidas de serra. Eu achei que a prova foi muito boa e completa exatamente por apresentar estas dificuldades e ainda, pudemos completar o dia sem problemas e mantivemos a liderança”, explica o piloto.

Na quinta-feira (25), quando o rali chegou a Cidade de Goiás, o trajeto foi reduzido para os pesados que percorreram 231 quilômetros, ao invés de 334, como as demais categorias. Mas nem por isto o trajeto foi menos árduo, cerca de 20 veículos não completaram a especial. Entre outros fatores, o que contou foi a resistência e robustez do equipamento e a F4000 Território 4×4 deu esta segurança ao trio bicampeão de 2007 e 2008.

“Apesar de a especial ter sido severa demais, hoje teve menos navegação do ontem (24). É mais uma especial vencida e significa ganhar mais uma batalha em meio a uma guerra. Vamos usar de nossa experiência e administrar esta vantagem para chegar amanhã”, ressalta o navegador cearense.

A equipe oficial da Ford Caminhões manteve-se a frente do começo ao fim do trajeto. Nesta sexta-feira, pretende usar da mesma estratégia para enfrentar a terceira etapa, terminar bem e com o equipamento inteiro. O dia será longo com um total de 645, dos quais 317 de trechos cronometrados que prometem dar trabalho aos competidores. Durante o briefing foi informado que a etapa será pior do que esta. Então que deve prevalecer é quem contar com um melhor conjunto: piloto, navegador, equipamento e sorte. Fotos: Haroldo Nogueira.