Sertões 2009: Quebra tira Ximenes/Eller da liderança da Protótipo T1

27 de junho de 2009

A quarta etapa do Rally Internacional dos Sertões não foi apenas o dia mais longo, foi também o mais difícil até agora. O caminho até Palmas, no Tocantins somou 753 quilômetros, sendo 373 de especial. Entretanto, a maratona não terminou com o fim do trecho cronometrado, os pilotos ainda tiveram de percorrer mais 360 quilômetros de deslocamento final até o apoio mecânico, no centro da cidade tocantinense.

Como prometido pela organização, foi uma especial dura. Com muitas erosões e uma mescla de trechos travados de baixa e média velocidade, além de longos estradões de alta velocidade, o percurso fez muitas vítimas. Uma delas foi a dupla Riamburgo Ximenes/Stanger Eller que no km 90 quebrou o diferencial dianteiro e teve de fazer os 280 km restantes sem tração dianteira. “Sem a tração o carro ficou bem mais solto, escorregou bastante e não permitiu que a gente andasse no nosso rítmo normal de prova. Além disso, começamos a ouvir um barulho estranho no carro e não conseguimos identificar exatamente o que era. Então tivemos de vir parando o caminho todo porque não queríamos ficar quebrados no meio da especial esperando socorro”, explicou Eller.

Com a quebra a dupla, que completou o dia na 9ª colocação, perdeu a liderança da categoria Protótipo (T1) para Jean Azevedo/Youssef Haddad, da equipe Petrobras Lubrax e fica com o 2º posto. “Foi uma pena o que aconteceu, mas temos que dar graças a Deus que conseguimos completar a etapa dentro do tempo, assim podemos continuar buscando o nosso objetivo, que é conquistar o título na categoria Protótipo”, afirmou Riamburgo.

A outra dupla da Promacchina, Fellipe Bibas/Emerson Cavassin, que partiu da 7ª colocação nesta rodada, também teve problemas. “Tivemos um pneu furado e logo no início da especial levamos um susto ao quase sair fora do trecho, a partir daí resolvemos apostar na prudência e na regularidade de fazer tempos competitivos diariamente. Hoje estamos fechando o quarto dia de prova, mais quebras aconteceram e quem ficou pelo caminho, com certeza, corre o risco de não largar amanhã. Vamos andar realmente forte no momento oportuno”, afirmou Bibas.

Com o resultado de hoje, Ximenes/Eller e Bibas/Cavassin ocupam, respectivamente, a 9ª e a 12ª posições no ranking da Protótipo (T1), porém na classificação geral, as duplas ProMacchina ocupam a 4º e 9º colocações.

Neste domingo (28/6), a caravana do Rally dos Sertões entrará no estado da Bahia. A cidade de Luís Eduardo Magalhães receberá os competidores depois que eles percorrerem cerca de 538 quilômetros, sendo 300 de trecho cronometrado. Será uma trilha rápida, com muita navegação por GPS. O percurso exigirá muita concentração na tocada.